abra

abra | s. f. 1ª pess. sing. pres. conj. de abrir 3ª pess. sing. imp. de abrir 3ª pess. sing. pres. conj. de abrir
a·bra
nome feminino

Pequena baía que se abre na costa.
a·brir a·brir – Conjugar
(latim aperio, -ire )
verbo transitivo

1. Fazer cessar o estado de fechado (ex.: abri as janelas). = DESCERRAR ≠ ENCERRAR, FECHAR

2. Fazer cessar o estado de inactividade de certas coisas (ex.: os comerciantes já abriram as lojas).

3. Desunir, alargar (ex.: abram alas).

4. Fazer funcionar ou circular (ex.: hoje vieram abrir o gás).

5. Destapar (ex.: não abras a panela de pressão).

6. Desembrulhar ou rasgar (ex.: abre a prenda).

7. Escavar para tornar fundo (ex.: abrir um buraco). = DESATERRAR, PERFURAR

8. Tornar acessível (ex.: abriram a estrada). = DESIMPEDIR, DESOBSTRUIR

9. Dar início a (ex.: o professor convidado abrirá a conferência). = COMEÇAR, INICIAR ≠ ENCERRAR

10. Dar uma oportunidade de (ex.: isto abre novas perspectivas). = PROPORCIONAR

11. Desapertar botões ou fecho (ex.: abriu o casaco). = DESAPERTAR ≠ FECHAR

12. Gravar (ex.: abrir um entalhe).verbo intransitivo

13. Cessar de estar fechado (ex.: a loja abre às 15h).

14. Deixar entrar; não impedir a acesso por uma porta (ex.: bati à porta e foi o miúdo que abriu).

15. Rachar-se (ex.: a parede está a abrir).

16. Desanuviar-se (ex.: a tarde vai abrir).

17. Ter início (ex.: a época da caça já abriu). = COMEÇAR, PRINCIPIARverbo pronominal

18. Deixar de estar fechado (ex.: as rosas ainda não se abriram).

19. Revelar os seus sentimentos (ex.: abre-te comigo). = DESABAFAR ≠ FECHAR-SE

20. Abrir fenda (ex.: o muro está a abrir-se). = FENDER-SE

21. Estender-se (ex.: o airbag abriu-se com o embate).

22. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]   Soltar ventosidades pelo ânus. = PEIDAR-SE

a abrir • [Portugal, Informal]   • [Portugal, Informal]   A grande velocidade (ex.: ele conduz sempre a abrir).


substantivo feminino Pequeno golfo protegido do ímpeto das águas, no qual podem ancorar navios; enseada, angra.


Uma abra (do francês havre), refúgio ou abrigo é um local onde navios, barcos, lanchas e outras embarcações podem se abrigar de correntes, tempestades e intempéries, ou são armazenados para uso futuro. As abras também são conhecidas pelos nomes de porto seguro, porto-seguro, porto abrigado e ancoradouro natural. Abras podem ser artificiais ou naturais. Quando natural, uma abra é usualmente uma enseada ou pequeno golfo protegido de correntes marinhas. Abras feitas pelo homem têm paredões ou quebra-mares, ou, caso contrário, podem ter sido construídas por dragagem, e estas exigem manutenção periódica com dragagens.
Abras e portos são frequentemente confundidos. Um porto é uma instalação feita pelo homem na costa do mar, lago ou margem de rios onde os navios, barcos e barcaças têm carga e descarga de produtos realizadas, incluindo aquelas para pessoas ou gado. Um porto pode ser constituído por píeres, docas, cais, molhes, desembarcadouros, e/ou rampas. Ele pode ter gruas de carga, silos e/ou máquinas de movimentação de carga com correias. Por exemplo, correias são usadas para carga e descarga de carvão ou minérios de/para navios e barcaças. Além disso, os portos podem ter equipamento para carregamento ou descarregamento de petróleo ou outras cargas líquidas de/para navios-tanque.
A seguir, estão listadas grandes abras naturais:

Baltimore’s Inner Harbor, em Maryland, nos Estados Unidos
Boston Harbor, em Massachusetts, nos Estados Unidos
Bridgetown, em Barbados
Cartagena (Colômbia)
Charleston (Carolina do Sul), nos Estados Unidos
Cork Harbour, na Irlanda
Duluth (Minnesota), nos Estados Unidos
Durban, na África do Sul
Falmouth, na Cornualha, na Inglaterra, no Reino Unido
Visakhapatnam, em Andhra Pradesh, na Índia
Freetown Harbour, em Serra Leoa
Corno de Ouro, em Istambul, na Turquia
Gotemburgo, na Suécia
Grand Harbour, em Malta
Halifax Harbour, na Nova Escócia, no Canadá
Porto de Hamburgo, na Alemanha
Hampton Roads, na Virgínia, nos Estados Unidos
Kingston, na Jamaica
Kobe Harbour, em Kobe, no Japão
Kochi, na Índia
Mahon, em Minorca, na Espanha
Baía de Manila, nas Filipinas
Milford Haven, no País de Gales, no Reino Unido
Montevidéu, no Uruguai
Mumbai, na Índia
Nassau, nas Bahamas
Porto de Nova Iorque, nos Estados Unidos
Oslofjord, na Noruega
Pearl Harbor, em Honolulu, no Havaí, nos Estados Unidos
Plymouth Sound, em Devon, na Inglaterra, no Reino Unido
Poole Harbour, em Dorset, na Inglaterra, no Reino Unido
Porto Jackson, em Sydney, na Nova Gales do Sul, na Austrália
Porto Phillip, em Victoria (Austrália)
Rio de Janeiro, na Baía da Guanabara, no Brasil
Salvador, no Brasil
Baía de San Diego, em San Diego (Califórnia), nos Estados Unidos
Baía de São Francisco, na Califórnia, nos Estados Unidos
Baía de Tóquio, em Tóquio, no Japão
Trincomalee, no Sri Lanka
Vancouver, no Canadá
Victoria Harbour, em Hong Kong
Wellington Harbour, na Nova Zelândia
Willemstad, em Curaçao
Belém, no Brasil
Kahului (Havaí), nos Estados Unidos
Kaipara Harbour, na Nova Zelândia
Kaohsiung, em Taiwan
Keelung, em Taiwan
Kilindini Harbour, no Quénia
Keppel Harbour, em Singapura
Manukau Harbour, em Auckland, na Nova Zelândia
New Haven Harbor, em Connecticut, nos Estados Unidos
Porto de Antuérpia, em Flandres, na Bélgica
Porto de Bruges-Zeebrugge, em Flandres, na Bélgica
Porto de Gênova, na Itália
Portland Harbour, em Dorset, na Inglaterra, no Reino Unido
Trondheim, na Noruega
Porto de Gdansk, na Polônia
Porto de Szczecin, na Polônia




Deixe um comentário