adivinhação

adivinhação | s. f. derivação fem. sing. de adivinhar
a·di·vi·nha·ção
(adivinhar + -ção )
nome feminino

1. Acto de adivinhar. = ADIVINHAMENTO

2. Adivinha.
a·di·vi·nhar a·di·vi·nhar – Conjugar
(latim divino, -are )
verbo transitivo

1. Prever por meios naturais ou desconhecidos.

2. [Por extensão]   [Por extensão]   Prever por conjecturas ou indícios.

3. Decifrar.


substantivo feminino Previsão; suposição ou crença de que é possível prever o futuro ou de adivinhar o que está encoberto no presente e/ou no passado.
Adivinha; tipo de brincadeira que, por se tratar de um enigma, requer uma solução ou uma resposta criativa e sagaz.
Ação ou efeito de descobrir o que está oculto ou de encontrar o que se apresenta misteriosamente.
Ação ou efeito de adivinhar, de tentar descobrir algo.
Etimologia (origem da palavra adivinhação). Adivinhar + ção.


Adivinhação ou divinação, profecia, previsão, intuição, palpite, pressentimento, é o ato ou esforço de predizer coisas distantes no tempo e no espaço, especialmente o resultado incerto das atividades humanas. A adivinhação busca determinar o significado ou as causas ocultas dos acontecimentos, predizendo pensamentos ou sentimentos de outras pessoas, mudanças futuras em suas vidas, por meio de práticas variadas de consulta aos oráculos.
Nas religiões afro-brasileiras, o jogo de búzios é um exemplo das artes divinatórias, que consiste no arremesso de um conjunto de 16 búzios sobre uma mesa previamente preparada, e na análise da configuração que os búzios adotam ao cair sobre ela. O adivinho, antes reza e saúda todos os Orixás e durante os arremessos, conversa com as divindades e faz-lhes perguntas. Considera-se que as divindades afectam o modo como os búzios se espalham pela mesa, dando assim as respostas às dúvidas que lhes são colocadas.


Deixe um comentário