aniquilamento

aniquilamento | s. m. derivação masc. sing. de aniquilar
a·ni·qui·la·men·to
nome masculino

Aniquilação.
a·ni·qui·lar a·ni·qui·lar – Conjugar
verbo transitivo

1. Reduzir a nada, destruir inteiramente.

2. [Figurado]   [Figurado]   Abater, humilhar.verbo pronominal

3. Abater-se; rebaixar-se.


substantivo masculino Ação ou efeito de aniquilar ou aniquilar-se; extinguir a existência de; aniquilação.
Destruir por completo; extermínio.
Condição física de quem se apresenta extremamente cansado; abatimento físico; prostração moral; padecimento.
[Física] Colisão entre uma partícula e sua antipartícula, produzindo radiação.
Etimologia (origem da palavra aniquilamento). Aniquilar + mento.


Aniquilamento é a definição para “Total Destruição” ou “Completa Obliteração” de um objeto.
Em física, a palavra é usada para denotar o processo que ocorre quando uma partícula subatômica colide com sua respectiva antipartícula. Desde que a energia e o momento devam ser conservados, as partículas não são feitas de nada no momento, mas se convertem em novas partículas.
Antipartículas tem exatamente o oposto de números de aditivos do quantum das partículas, assim que as somas de todos os números do quantum do par original são zero. Depois, ajustada as partículas podem ser produzidas cujos números totais do quantum são também zero de modo que por muito tempo com a conservação de energia e a conservação do momento são obedecidos.
Durante um aniquilamento de baixa-energia, a produção de fótons é favorecida, desde que estas partículas não tenham nenhuma massa. Entretanto, as colisões de partículas de grande-energia produzem aniquilamentos onde uma grande variedade de partículas pesadas exóticas são criadas.