biela

biela | s. f.
bi·e·la |é| bi·e·la |é|
nome feminino

[Mecânica]   [Mecânica]   Haste rígida que transmite o movimento de uma peça a outra que dela fica afastada.


substantivo feminino Mecânica Barra metálica que liga duas peças móveis por meio de articulações, fixadas em suas extremidades, e que serve para transmitir ou transformar um movimento retilíneo em movimento circular contínuo.
Biela de acoplamento, a que reparte o esforço motor entre os eixos conjugados.
Sistema biela-manivela, o que permite transformar um movimento retilíneo alternado em movimento circular uniforme, e reciprocamente.


Uma biela é qualquer peça de uma máquina que serve para transmitir ou transformar o movimento linear alternativo em circular contínuo.
Um exemplo de biela no interior de um motor de automóvel é a peça que liga o êmbolo (pistão) à cambota. A cabeça (parte mais larga) é apertada à cambota por meio de parafusos e a extremidade oposta é trancada pela cavilha do êmbolo, no interior da sua saia. Enquanto esta extremidade se desloca para cima e para baixo (solidária com o movimento do pistão), a cabeça descreve um movimento circular. Não tem, portanto, qualquer mecanismo de atenuação do esticão do pistão aquando da explosão ou combustão, pelo que o movimento brusco seria transmitido diretamente da cambota para o eixo com esta, por sua vez, sofrendo as consequências da explosão – vibrações. Esta função é assegurada pelos moentes de apoio da cambota e pelo volante do motor.
Algumas bielas dispõem de uma cabeça com ligação oblíqua, facilitando o acesso durante a montagem e desmontagem do motor.




Deixe um comentário