budismo

budismo | s. m.
bu·dis·mo
(buda + -ismo )
nome masculino

[Filosofia, Religião]   [Filosofia, Religião]   Doutrina religiosa e moral fundada por Buda.


substantivo masculino Religião que, sem adoração de Deuses, teve sua origem na Índia, fundada por Buda, Siddharta Gautama (563-483 a.C.), definida por aceitar o sofrimento como uma parte fundamental da existência humana, sendo sua superação uma condição de felicidade plena, conhecida como o nirvana; budaísmo.
Etimologia (origem da palavra budismo). Do sânscrito Buddha + ismo; pelo francês bouddhisme.


O budismo (páli/sânscrito: बौद्ध धर्म Buddha Dharma) é uma filosofia ou religião não teísta que surgiu originalmente na Índia por volta do século VI A.C. e abrange diversas tradições, crenças e práticas baseadas nos ensinamentos, o Darma (páli: Dhamma, sânscrito: Dharma), de Siddhartha Gautama, intitulado de Buddha. É dividido em três grandes tradições: theravada (também chamado de hinayana), mahayana e vajrayana (ou tantrayana). Essas tradições englobam as mais diversas escolas budistas como o zen, terra pura, kadampa e o budismo tibetano. É estimado que existam 500 milhões de seguidores no mundo, sendo considerada a quinta maior religião em número de adeptos no mundo. O maior número de seus seguidores encontra-se no oriente em países como Japão, China, Tibete e Tailândia. No Brasil, segundo o censo de 2010, residem aproximadamente 245 mil budistas.As escolas budistas variam sobre a natureza exata do caminho da libertação, a importância e canonicidade de vários ensinamentos e, especialmente, suas práticas. Entretanto, as bases das tradições e práticas são as Três Joias: o Buda (como seu mestre), o Dharma (ensinamentos baseados nas leis do universo) e a Sangha (a comunidade budista). Encontrar refúgio espiritual nas Três Joias ou Três Tesouros é, em geral, o que distingue um budista de um não budista. Outras práticas podem incluir a renúncia convencional de vida secular para se tornar um monge (sânscrito/páli: bhikkhu) ou monja (sânscrito/páli: bhikkhuni).




Deixe um comentário