caco




caco | s. m. | s. m. pl. caço | s. m. caço ca·co
(origem controversa )
nome masculino

1. Fragmento de vidro ou louça quebrada.

2. [Figurado]   [Figurado]   Cabeça.

3. Pessoa doente, envelhecida ou muito fragilizada.

4. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]   Humor viscoso do nariz depois de seco. = MACACO

5. [Brasil]   [Brasil]   Rapé torrado e moído em casa.
cacosnome masculino plural

6. Trastes velhos.

7. Cacaréus.
ca·ço ca·ço
(origem obscura )
nome masculino

1. Frigideira de barro com cabo.

2. Colher grande, funda e de cabo comprido, geralmente usada para servir sopa ou outros alimentos líquidos.

3. [Portugal: Beira, Trás-os-Montes]   [Portugal: Beira, Trás-os-Montes]   Vaso de latão, com cabo comprido, no qual se aquece o leite.Confrontar: casso.


substantivo masculino Fragmento de um objeto de vidro, de cerâmica: caco de garrafa.
Traste, coisa gasta, sem valor.
[Figurado] Pessoa consumida pela idade ou por doença.
Resto de dente muito cariado.


Caco (em latim: Cacus), na mitologia romana, era filho do deus do fogo Vulcano, e vivia numa caverna sob o monte Aventino. Segundo Virgílio, na epopeia Eneida, Caco é um gigante semi-humano. Já o poeta Dante Alighieri, na sua Divina Comédia, o retratou como um centauro, irmão dos centauros que guardam o Sétimo Círculo.