comuna

comuna | s. f. comuna | adj. 2 g. s. 2 g.
co·mu·na 1
(francês commune )
nome feminino

1. Município ou divisão administrativa, considerado como aglomeração de famílias independentes no Estado.

2. Antigo agrupamento de muçulmanos ou judeus obrigados a morar em bairros especiais.

3. Subdivisão territorial em França.

4. [Antigo]   [Antigo]   Corporação de burgueses a quem fora concedido o direito de governarem o seu burgo ou cidade.
co·mu·na co·mu·na 2
(redução de comunista )
adjectivo de dois géneros e nome de dois géneros adjetivo de dois géneros e nome de dois géneros

[Informal, Depreciativo]   [Informal, Depreciativo]   Que ou quem é comunista.


substantivo feminino [Política] Indivíduo partidário do comunismo, do sistema social e político que defende a propriedade coletiva e a extinção de propriedades privadas; comunista.
Etimologia (origem da palavra comuna). Forma abreviada de comunista.
substantivo feminino [História] Acampamento que, à margem da sociedade, abrigava estrangeiros, especialmente judeus e mouros.
Na França, divisão territorial administrada por um prefeito, assistido pelo conselho municipal; conjunto de cidadãos que vive nesse território.
[Regionalismo: Pernambuco] Grupo de pessoas que se reúne para festejar.
[Antigo] Associação de burgueses da mesma localidade que tinham o direito de se governar a si próprios.
expressão Comuna de Paris. Conjunto de operários parisienses que se uniu contra a dominação e influência na política da classe burguesa, considerada uma revolta do proletariado contra a burguesia, tendo ocorrido de18 de Março a 28 de Maio de 1871.
Comuna popular. Na China, organismo em que se agrupam diversas aldeias com o propósito de melhorar a agricultura e de coordenar os trabalhos de interesse geral.
Etimologia (origem da palavra comuna). Do francês comune.


A palavra comuna, na Idade Média, é a designação para a cidade que se tornava emancipada pela obtenção de carta de autonomia fornecida pelo rei. Atualmente, na França, o termo se refere à menor subdivisão administrativa do território. Em Portugal o termo remete às comunas universitárias, residências que formam habitação e clube de estudantes universitários, ou à administração de conselho. É desconhecida da Idade Média em Portugal: os termos que indicam comunidade urbana com personalidade jurídica são ou eram chamados de urbes, burgos, concelhos ou municípios.




Deixe um comentário