confusão

confusão | s. f.
con·fu·são
(latim confusio, -onis )
substantivo feminino

1. Acto ou efeito de confundir ou de se confundir.

2. Estado do que não tem ordem interna ou tem mistura dos seus elementos constituintes. = ANARQUIA, BARAFUNDA, DESORDEM

3. Grande concorrência de pessoas ou coisas.

4. Falta de ordem, de método, de clareza.

5. Engano ou erro na distinção de pessoas ou coisas (ex.: confusão de datas; fazer confusão). = EQUÍVOCO

6. Grande movimento de pessoas acompanhado de ruído de vozes e de gritos. = MOTIM, TUMULTO

7. Situação pouco clara ou de difícil resolução.

8. Perturbação, enleio (ex.: confusão mental).

9. Embaraço, vergonha.


substantivo feminino Estado do que é confuso, misturado, desordenado; tumulto; desordem: provocar a confusão numa assembleia.
Ação de tomar uma pessoa ou uma coisa por outra: confusão de nomes.
Falta de entendimento; discórdia, briga.
Em que há tumulto; desordem: a passeata foi a maior confusão de carros.
Embaraço que causam o pudor, a vergonha, a modéstia.
[Jurídico] Cláusula de extinção de uma dívida decorrente do fato de que as qualidades de credor e devedor se encontram na mesma pessoa.
expressão Confusão mental. Forma de alienação mental, passageira ou persistente, em que o indivíduo perde todo o raciocínio claro e preciso; perturbação de ideias.
Etimologia (origem da palavra confusão). Do latim confusio.onis.


Confusão é o estado de uma pessoa que não consegue se concentrar corretamente, ou está realizando erroneamente os atos. Também é o termo utilizado para definir uma relação interpessoal caótica.
Soluções: A cura ou o estado normal da pessoa é solucionado com medicamentos ou terapias.




Deixe um comentário