copelação

copelação | s. f.
co·pe·la·ção
(copelar + -ação )
nome feminino

[Metalurgia]   [Metalurgia]   Afinação do ouro ou da prata por meio de copela.


substantivo feminino Operação que consiste em separar, na copela, por oxidação, um ou vários elementos de uma mistura líquida, desde que cada um tenha afinidade diferente pelo oxigênio.


Copelação é um processo de refinamento em metalurgia, onde minérios ou ligas metálicas são tratados a temperaturas muito altas e têm operações controladas para separar metais nobres como ouro e prata, de metais comuns como chumbo, cobre, zinco, arsênio, antimônio e bismuto, presentes nos minérios. O processo é baseado no princípio de que metais preciosos não podem se oxidar ou reagir quimicamente, diferente dos metais comuns; então quando estão a altas temperaturas, os metais preciosos deixam e os outros reagem formando escórias ou outras substâncias.Desde a Idade do Bronze, foi usada para obter prata de pequenos minérios. A partir da Idade Média e da Renascença, a copelação foi um dos processos mais comuns para refinar metais preciosos. A partir daí, o fogo foi usado para testar a pureza de metais comuns como o chumbo e metais reciclados para joalharia e cunhagem de moedas. A copelação é utilizada até hoje.




Deixe um comentário