corno

A palavra corno possui uma classificação gramatical como sendo substantivo masculino. Ademais, referida palavra possui 5 letras, dentre elas vogais e consoantes. As vogais são: o. Já as consoantes são: c, r, n. Por outro lado, dita palavra pode ser escrita de outro modo, ou seja, ao contrário, ficando assim: onroc. Além disso, dita palavra é classificada como termo utilizado para referir se aos pares de chifres ceratinosos projetadas da cabeça de alguns animais, além disso o termo é usado vulgarmente para referir se ao marido traído pela mulher.Significado de corno

O Corno também conhecido como veado, impotente, touro entre outros, é a pessoa que sofre a síndrome do cornudus, que surge quando o parceiro dessa pessoa está o traindo com outra pessoa. Uma pessoa que sofre desse problema definiu esse fato como “quando uma mulher ou homem que, com o qual eu me casei teve relações sexuais com outra pessoa” É uma doença para a qual não há cura e vários cientistas que investigaram a definiram por estar longe de casa. Acredita-se que a síndrome Cornudus, por conseguinte, o corno, tem existido desde a véspera de Adão enganado com a serpente (primeiro caso de bestialidade também). Sabe-se que milhões de anos mais tarde, os soldados romanos que foram à guerra em países distantes tinha a doença que aqueles que permaneceram em Roma entretido suas mulheres também tinham.

No entanto, aqueles que realmente cunharam o termo foram os Vikings. Estes foram quando os europeus não sabiam que suas esposas foram levados por homens que se hospedaram lá na Escandinávia. Quando a palavra se espalhou, o nome passou a ser usado como alguém que tem chifres e são utilizados pelos guerreiros vikings) para designar os idiotas de que seu parceiro(a) está traindo ele. Ao longo dos anos, foi aumentando o número de afetados ao fato de que hoje, de acordo com a pesquisa científica, os homens são cornos. No caso das mulheres, a síndrome parece que já veio com Eva, enganada por Adão com o fruto (primeiro caso de masturbação fetichista também), mas foi aparecendo quando os reis e imperadores criados no “tribunal”, uma desculpa para ter as mulheres que têm relações sexuais sempre que quisessem, passando por seus oficiais. A doença tem sido cada vez mais crescente, a tal ponto que o secretário de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, foi chamada de corna, e orgulhosamente ficou no topo das pesquisas.

Existem várias causas pela qual a pessoa se torna corna. Algumas delas são:

Impotência (afeta os homens): quando a mulher se cansa de seu parceiro que não se pode realizar o ato sexual, em seguida, um homem mais sensual com o qual pretende ter relações.

Falta de motivação sexual: Quando não tem vontade de ter relações com a esposa.

Estatuto perdido: Ela ocorre mais frequentemente entre os recém-casados, o casal perde a aptidão física para que ele ou o outro seja mais atlético. Naturalmente cadela (afeta os homens): Quando você se casa com uma mulher que é, por natureza, desejosa pelo sexo, isso é muito fácil ir para apanhar com outros.

Naturalmente mulherengo (afeta as mulheres): Quando você se casa com um homem que é um mulherenfo, gay e homossexual por natureza, faz sentido ir com outro do mesmo sexo ou espécie.

Naturalmente lésbica (afeta os homens): O mesmo que acima, mas vice-versa.Sinônimos de corno

São sinônimos de corno as seguintes palavras: chifre, galhada.Antônimos de corno

São antônimos de corno as seguintes palavras:Exemplos de usos e frases

Pelo comportamento agressivo do animal, foi necessário a retirada cirúrgica do corno, afim de evitar acidentes com os piões.

O corno dos animais serviam de atração aos turistas no momento do desfile, encantados registravam as imagens com fotografias.

O corno do animal foi arrancado durante uma briga na várzea, os animais ficaram feridos sendo necessário cuidados de um veterinário.

Lá vem o corno com sua mulher para dançar no pagode, dizem as más línguas que ela é amante do Ricardão.



Deixe um comentário