crente

A palavra crente possui uma classificação gramatical sendo um adjetivo de dois gêneros. Referida palavra possui 06 letras, dentre elas vogais e consoantes. As vogais são: e já as consoantes são: n t c. Por outro lado, dita palavra pode ser escrita de outro modo, ou seja, ao contrário, ficando assim: etnerc. Além disso, referida palavra faz designação de alguém que crê, persuadido.Significado de crente

A palavra crente é um termo indica a pessoa ou individuo que acredita que ele tem fé. O verbo acreditar é frequentemente utilizado na linguagem cotidiana, e é equivalente a assumir, revisar, convencer. Usado em sentido religioso, a palavra crente assume toda a plenitude do seu significado e sua riqueza de conteúdo. Isso explica por que o termo sugere preferência a convicção particular de fé em assuntos religiosos. Existem várias crenças; Elas são distinguidas pelos principais elementos do seu conteúdo. É “crente” que aceita. Ele é chamado o crente hindu, o muçulmano, o judeu e, em geral, qualquer pessoa que professa uma religião ou crença específica. Através disso é que se limita a consideração para o crente cristão. Seu problema é em parte comum a outros crentes; no entanto, também tem traços característicos.Crente como um ato humano – Em primeiro lugar, deve-se considerar o aspecto humano da crença como “acreditar” como uma atividade do homem. Em virtude da sua racionalidade, a liberdade e afeto, o homem acreditou e pode sempre acreditar. Esta atividade de acreditar é tão humana quanto se pode usar a linguagem conceitual. Em acreditar que se pode descobrir três qualidades humanas: abertura aos outros como pessoas, capacidade de perceber e apreciar o sentido do que é dito, com possibilidade de adesão e estimar e aceitar ou rejeitar como verdadeira. Atos enraizados no homem para se comunicar com seus pares precisam de incentivo para que essas três qualidades aconteçam.

Por outro lado, a capacidade humana de acreditar admite graus, dependentes de outras qualidades humanas (que, por sua vez, as condições) e, como tudo o que é humano, pode ter manifestações defeituosas e até mesmo anormais. A possibilidade de acreditar está sujeita às leis psicológicas e sociais complexos. Não se pode acreditar em nada, nem ninguém, nem sob quaisquer circunstâncias; e acredita-se que se pode dar mais ou menos aderência. A razão age como um juiz; julgado na veracidade da pessoa e da racionalidade do conteúdo que se comunica. Também a vontade e carinho, assim como o sentimento envolvidos e agir como complementos essenciais para acreditar, embora em grau diferente também contribuem. Com base neles, há a confiança na pessoa que fala, dá-se importância ao que se diz e adota uma atitude. Credulidade ou ceticismo são posições viciosas; devem ser evitadas.

Dada essa complexidade, é de notar, em primeiro lugar, que a necessária subordinação da razão para crer que não é acreditar como uma mera substituição de poder de conhecer ou investigar. Sob outros itens que contenha o verbo crer, não só enriquece com novos conhecimentos, mas também dá a intercomunicação com outros da dimensão tipicamente humana de liberdade e de avaliação, ou seja, a pessoa crente é aquela que tem certeza daquilo que crê.Sinônimos de crente

São sinônimos de crente as seguintes palavras; crer, persuadidoAntônimos de crente

São antônimos de crente as seguintes palavras: descrente, ateuExemplos de usos e frases

Foi colocada em pratica a fé de umas pessoas que diziam crentes e se deram conta que eram pessoas fieis.

Depois de constatar que o menino era crente em suas decisões muitos queriam investigá-lo.

Os crentes da Igreja Batista, são pessoas serias e que sempre fazem o bem para a população.



Deixe um comentário