deter

deter | v. tr. e pron. | v. tr. | v. pron.
de·ter |ê| de·ter |ê| – Conjugar
(latim detineo, -ere, ter afastado, deter, reter, ocupar )
verbo transitivo e pronominal

1. Fazer parar ou parar (ex.: deter a escalada de violência; detiveram-se para observar). = SUSTAR

2. Fazer demorar ou demorar-se (ex.: não o quero deter, mas gostaria de colocar uma questão; deteve-se a ouvir as reclamações). = RETERverbo transitivo

3. Suspender ou interromper.

4. Conservar em detenção.

5. Ter em seu poder (ex.: deter obrigações do tesouro). = POSSUIRverbo pronominal

6. Conter-se; reprimir-se.


verbo transitivo direto Fazer parar; não deixar ir; sustar: deter o avanço dos adversários.
Interromper, suspender, fazer cessar; parar: deter um sofrimento.
Conservar em seu poder; reter: deter o avanço dos direitos.
Prender temporariamente para investigação: deter testemunhas.
Decretar a prisão de; encarcerar: detiveram-na em flagrante.
verbo transitivo direto e pronominal Reter durante um tempo; demorar: o trânsito deteve os motoristas; deteve-se no escritório até mais tarde.
verbo pronominal Não andar, deixar de seguir; parar: os bandidos não se detiveram pelos obstáculos.
Estar ocupado durante um tempo; ocupar-se: deteve-se para analisar o projeto.
Não se expressar; reprimir-se: deteve-se por medo de críticas.
Etimologia (origem da palavra deter). Do latim detinere.



Deixe um comentário