diáspora

diáspora | s. f.
di·ás·po·ra
(grego diasporá, dispersão )
nome feminino

1. Dispersão do povo judeu.

2. Dispersão de um povo ou de uma comunidade ou de alguns dos seus elementos.


substantivo feminino Separação de um povo ou de muitas pessoas, por diversos lugares, geralmente causada por perseguição política, religiosa, ética ou por preconceito.
[História] Separação do povo judeu que, durante alguns séculos, se espalhou por todo o mundo.
[Biologia] Qualquer parte reprodutiva de um organismo que, quando separada, dá origem a outro idêntico.
Etimologia (origem da palavra diáspora). Do inglês diaspora; pelo grego; diasporá.


O termo diáspora (em grego clássico: διασπορά, “dispersão”) define o deslocamento, normalmente forçado ou incentivado, de muitas grandes massas populacionais originárias de uma zona determinada para várias áreas de acolhimento distintas. O termo “diáspora” é usado com muita frequência para fazer referência à dispersão do povo hebreu no mundo antigo, a partir do exílio na Babilônia no século VI a.C. e, especialmente, depois da destruição de Jerusalém em 70 d.C.
Em termos gerais, diáspora pode dispersão de qualquer povo ou etnia pelo mundo. Todavia o termo foi originalmente cunhado para designar à migração e colonização, por parte dos gregos, de diversos locais ao longo da Ásia Menor e Mediterrâneo, de 800 a 600 a.C. Associada ao destino do povo hebreu, a palavra foi utilizada na tradução da Septuaginta (em grego) da Bíblia, onde se inscrevia como uma maldição: “Serás disperso por todos os reinos da terra.”


Deixe um comentário