bookmark_borderO que é tráfego

tráfego | s. m. Será que queria dizer trafego?
trá·fe·go
(alteração de tráfico )
nome masculino

1. Tráfico, negócio, comércio, trato mercantil.

2. Trabalho braçal. = LIDA

3. Movimento.

4. [Figurado]   [Figurado]   Conversação, trato.

5. Parte de uma exploração de caminho-de-ferro que se ocupa do transporte de mercadorias.

6. O pessoal ali empregado.


substantivo masculino Movimento, circulação de trens, de veículos (numa rodovia) ou de aviões; trânsito: tráfego terrestre; tráfego aéreo.
Comercialização de mercadorias ou serviços; tráfico.
Transporte ou movimentação de mercadorias, cargas.
Trabalho excessivo; lida: empresa de grande tráfego.
[Figurado] Convívio social; convivência.
Etimologia (origem da palavra tráfego). Forma Alterada de tráfico, do italiano traffico.


Tráfego pode referir-se a:
Trânsito
Tráfego de Centrais de Atendimento
Tráfego interzonal
Tráfego web


bookmark_borderO que é semita

sémita sêmita | s. f. semita | adj. 2 g. s. 2 g.
sé·mi·ta sê·mi·ta
substantivo feminino

Atalho; senda.• Grafia no Brasil: sêmita. • Grafia no Brasil: sêmita. • Grafia em Portugal:sémita. • Grafia em Portugal:sémita.
se·mi·ta se·mi·ta
(Sem, antropónimo + -ita )
adjectivo de dois géneros e substantivo de dois géneros adjetivo de dois géneros e substantivo de dois géneros

1. Indivíduo pertencente a um grupo étnico que se diz descendente de Sem, personagem bíblica e um dos filhos de Noé.

2. Judeu.


adjetivo Que se refere aos semitas ou pertencente ao grupo étnico e linguístico do qual faziam parte os hebreus.
Que está relacionado aos judeus.
substantivo masculino e feminino Pessoa que pertence a esse grupo linguístico e étnico.
Etimologia (origem da palavra semita). Antropônimo bíblico sem + ita.


O termo semita tem como principal conjunto linguístico composto por uma família de vários povos, entre os quais se destacam os árabes e hebreus, que compartilham as mesmas origens culturais.
A origem da palavra semita vem de uma expressão no Gênesis e referia-se a linhagem de descendentes de Sem, filho de Noé. Modernamente, as línguas semíticas estão incluídas na família camito-semítica.Historicamente, esses povos tiveram grande influência cultural, pois as três grandes religiões monoteístas do mundo -judaísmo, cristianismo e islamismo- possuem raízes semitas.
Devido a diversas migrações, não podemos falar de um grupo étnico homogêneo. Portanto, muitas línguas compõem a família semítica, incluindo as seguintes: acadiano, ugarítico, fenício, hebraico, aramaico, árabe, etíope, gala, afar-saho, amorita, aramaico e caldeu.


bookmark_borderO que é dados

dado | s. m. | s. m. pl. masc. pl. part. pass. de dar masc. pl. de dado
da·do 2
(talvez do árabe dad, jogo )
nome masculino

1. Pequeno cubo que tem em cada face determinado número de pontos, desde um até seis, e que é usado em alguns jogos.

2. [Arquitectura]   [Arquitetura]   [Arquitetura]   Parte lisa de um pedestal, entre a cornija e a base.
dadosnome masculino plural

3. [Jogos]   [Jogos]   Jogo em que se usam pequenos cubos com um determinado número de pontos em cada face.
dar dar – Conjugar
(latim do, dare )
verbo transitivo

1. Ceder gratuitamente (ex.: dar um cigarro).

2. Entregar como presente (ex.: não dou mais brinquedos a ninguém). = OFERECER, PRESENTEAR ≠ RECEBER

3. Fazer doação de. = DOAR

4. Fazer esmola de. = ESMOLAR

5. Passar para a posse ou para as mãos de (ex.: já demos a procuração ao advogado). = CONCEDER, CONFERIR, ENTREGAR, OUTORGAR ≠ TIRAR

6. Tornar disponível (ex.: deram mais uma oportunidade ao candidato; dar uma ajuda; dar atenção). = CONCEDER, PROPICIAR, PROPORCIONAR ≠ RECUSAR

7. Distribuir (ex.: dar cartas).

8. Tornar patente ou visível (ex.: quando estiver pronto, dê um sinal; ele já dá mostras de cansaço).

9. Gerar ou produzir (ex.: a árvore já deu muitas laranjas).

10. Ser suficiente para algo ou alguém (ex.: uma garrafa dá cerca de 5 copos; a comida não dá para tantos convidados). = BASTAR, CHEGAR

11. Ter algo como resultado (ex.: isto dá uma bela história; a nota do exame não dá para passar).

12. Ter determinado resultado aritmético; ser igual a (ex.: dois mais dois dá quatro).

13. Entregar uma quantia em troca de bem ou serviço (ex.: dei demasiado dinheiro pelo casaco). = PAGAR ≠ RECEBER

14. Sacrificar (ex.: dar a vida).

15. Destinar, consagrar, dedicar (ex.: todas as manhãs dá uma hora ao ioga).

16. Receber uma quantia em troca de bem ou serviço (ex.: disse à vendedora que lhe desse dois quilos de arroz). = VENDER

17. Fazer tomar (ex.: já deu o medicamento ao doente?). = ADMINISTRAR, MINISTRAR

18. Administrar um sacramento (ex.: dar a extrema-unção).

19. Fazer uma acção sobre alguma coisa para alterar a aparência (ex.: falta dar uma demão na parede; dê uma limpeza a este quarto, por favor). = APLICAR

20. Fazer sair de si ou de algo que pertence a si (ex.: dar gritos; dar vivas; dar um tiro). = SOLTAR

21. Provocar o efeito de uma acção física (ex.: dar um abraço; dar uma cabeçada; dar um beijo; dar um pontapé). = APLICAR

22. Ser a causa de (ex.: este cheirinho dá fome; dar vontade). = ORIGINAR, PROVOCAR

23. Despertar ideias ou sentimentos (ex.: temos de lhes dar esperança). = IMPRIMIR

24. Ministrar conhecimentos (ex.: a professora dá português e latim). = ENSINAR

25. Receber ou abordar conhecimentos (ex.: já demos esta matéria nas aulas).

26. Aparecer subitamente no seguimento de algo (ex.: deu-lhe um enfarte ; os remorsos que lhe deram fizeram-no confessar). = SOBREVIR

27. Tomar conhecimento na altura em que acontece (ex.: a vítima nem deu pelo furto). = APERCEBER-SE, NOTAR

28. Achar, descobrir, encontrar (ex.: deu com a fotografia escondida no livro).

29. Avisar, comunicar, participar (ex.: o chefe vai dar as instruções; dar ordens).

30. Incidir, bater (ex.: a luz dava nos olhos).

31. Ir ter a ou terminar em (ex.: os rios vão dar ao mar). = DESEMBOCAR

32. Ter determinadas qualidades que permitam desempenhar uma actividade (ex.: eu não dava para professor).

33. Promover ou organizar (ex.: dar uma festa; dar cursos de formação).

34. Transmitir ou manifestar (ex.: dar parabéns; dar condolências; dar um recado).

35. Trazer algo de novo a alguém ou a algo (ex.: ele deu algumas ideias muito interessantes).

36. Ser divulgado ou noticiado, transmitido (ex.: isso deu nas notícias; o falecimento deu na rádio, mas não na televisão). = PASSAR

37. Atribuir uma designação a algo ou alguém (ex.: ainda não deu nome ao cão).

38. Fazer cálculo ou estimativa de (ex.: eu dava 40 anos à mulher; deram-lhe poucos meses de vida). = CALCULAR, ESTIMAR

39. Estar virado em determinada direcção (ex.: a varanda dá para o mar; o quarto dá sobre a rua).

40. [Brasil, Calão]   [Brasil, Tabuísmo]   Ter relações sexuais com (ex.: ela dá pra quem ela quiser).

41. Conseguir ou ser possível (ex.: sei que prometemos, mas não deu para ir). [Verbo impessoal]

42. Começar a fazer algo (ex.: agora é que me deu para arrumar o quarto).

43. Permitir a alguém uma acção (ex.: deu a ler a tese ao orientador; não quis dar a conhecer mais pormenores).

44. É usado como verbo de suporte, quando seguido de certos substantivos, sendo equivalente ao verbo correlativo de tais nomes (ex.: dar entrada é equivalente a entrar).verbo transitivo e intransitivo

45. Estar em harmonia para formar um todo esteticamente agradável (ex.: essa cortina não dá com a decoração da sala; a camisa e as calças não dão). = COMBINAR, CONDIZERverbo transitivo e pronominal

46. Ter determinado julgamento sobre algo ou alguém ou sobre si (ex.: deu o trabalho por terminado; antes do julgamento, já a davam como culpada; nunca se dá por vencido). = CONSIDERAR, JULGARverbo intransitivo

47. Estar em funcionamento (ex.: o televisor não dá). = FUNCIONAR

48. Acontecer (ex.: há pouco deu uma chuvada). [Verbo unipessoal]verbo pronominal

49. Ter relações sociais ou afectivas (ex.: ele não se dá com ninguém; os vizinhos dão-se bem). = CONVIVER

50. Viver em harmonia (ex.: não se dá com a irmã; eram amigos, mas agora não se dão).

51. Fazer algo com dedicação ou muita atenção ou concentração (ex.: acho que nos demos completamente a este projecto ; nunca se deu aos estudos). = APLICAR-SE, DEDICAR-SE, EMPENHAR-SE

52. Ter determinado resultado (ex.: ele vai dar-se mal agindo assim).

53. Adaptar-se ou ambientar-se (ex.: esta planta não se dá dentro de casa).

54. Sentir-se (ex.: acho que nos daríamos bem aqui).

55. Render-se, apresentar-se, entregar-se.

56. Ter lugar (ex.: os fogos deram-se durante a noite). [Verbo unipessoal] = ACONTECER, OCORRER, SOBREVIR, SUCEDER

57. Efectuar-se , realizar-se (ex.: o encontro deu-se ao final da tarde). [Verbo unipessoal]

58. Apresentar-se como ou fazer-se passar por (ex.: dava-se por médico, mas nunca tirou o curso). = INCULCAR-SE

59. Agir de determinada forma ou ter determinado comportamento ou iniciativa (ex.: o jornalista não se deu ao trabalho de confirmar a informação; dar-se à maçada; dar-se ao desfrute).verbo copulativo

60. Tornar-se (ex.: ela deu uma boa profissional).

dar certo • [Informal]   • [Informal]   Ter bom resultado ou o resultado esperado (ex.: claro que a empresa vai dar certo!). = RESULTAR ≠ DAR ERRADO

dar de si • Abalar, ceder, desmoronar.

dar em • Tornar-se, ficar (ex.: se continuar assim, eles vão dar em malucos).

dar errado • [Informal]   • [Informal]   Ser malsucedido; não obter sucesso ou o resultado desejado (ex.: essa história tem tudo para dar errado). ≠ DAR CERTO

dar para trás • [Informal]   • [Informal]   Recuar em determinada posição (ex.: ele disse que concordava, mas no último momento, deu para trás).

dar tudo por tudo • [Informal]   • [Informal]   Fazer todos os esforços possíveis para alcançar um objectivo .

quem dera • [Informal]   • [Informal]   Usa-se para exprimir desejo. = OXALÁ, TOMARA

tanto dá • [Informal]   • [Informal]   Expressão para indicar indiferença. = TANTO FAZ
Ver também dúvida linguística: “provêem” segundo o Acordo Ortográfico de 1990.

da·do da·do 1
(latim datus, -a, -um, dado, entregue, particípio de do, dare, dar )
adjectivo adjetivo

1. Que se deu.

2. Muito barato ou gratuito.

3. Que é delicado no trato com os outros; que se dá bem com os outros (ex.: é um homem muito dado e não tem inimigos). = AMISTOSO, AFÁVEL, SOCIÁVEL, TRATÁVEL ≠ FECHADO, RESERVADO

4. Que tem vocação ou inclinação para algo (ex.: o rapaz é dado à música). = ATREITO, PROPENSO

5. Que tem data (ex.: dado em Lisboa, a 13 de Março de 1946). = DATADO

6. Diz-se do cavalo que, depois de fatigado, fica obediente ao cavaleiro.determinante indefinido

7. Expressa indeterminação (ex.: num dado momento do filme, a personagem principal apaixona-se). = CERTOnome masculino

8. Cada um dos elementos conhecidos de um problema.

9. Informação que se constitui como elemento necessário para uma questão, descrição ou avaliação (ex.: não tinha dados suficientes para falar sobre aquele assunto).

10. Resultado de pesquisa ou cálculo (ex.: teve de analisar diversos dados estatísticos para a tese de mestrado).

11. Informação relativa a um indivíduo (ex.: dados pessoais).

12. [Informática]   [Informática]   Informação capaz de ser processada por um sistema informático (ex.: processamento de dados). [Mais usado no plural.]

13. Aquilo que foi combinado (ex.: o dado foi eles pagarem a dívida no fim do ano).

14. O que é habitual. = COSTUME, PRAXE

15. [Filosofia]   [Filosofia]   Elemento inicial de qualquer acto de conhecimento antes de ser elaborado no processo cognitivo.preposição

16. Indica causa (ex.: dado haver vários problemas, vamos repensar o plano). = POR, VISTO

dado que • Expressão que indica causa e introduz uma frase subordinada (ex.: isto não surpreende, dado que sempre se mostrou muito competente). = POSTO QUE, VISTO QUE


substantivo masculino plural Conhecimento que se tem sobre algo, usado para solucionar uma questão, fazer um julgamento, criar ou colocar em prática um pensamento, uma opinião; informação: os dados indicam um aumento do desemprego.
Informação que identifica algo, alguém ou sobre si mesmo: dados pessoais.
[Informática] O que se consegue processar, decodificar a partir de um computador.
Etimologia (origem da palavra dados). Plural de dado, do latim dátus.a.um ‘apresentado, entregue’.


Dados é o plural de dado. Em seu sentido informacional, um dado é o registro do atributo de um ente, objeto ou fenômeno onde registro indica o ato de registrar, ou seja, é a gravação ou a impressão de caracteres ou símbolos que tenham um significado em algum documento ou suporte físico. A palavra Dado vem do latim Datum que usado como substantivo significa “presente” no sentido de algo que foi oferecido ou dado.
Existem dois tipos de dados: estruturados e não estruturados. Os dados estruturados, que são dados formatados, organizados em tabelas – linhas e colunas – e são facilmente processados. geralmente é utilizado um sistema gerenciador de banco de dados para armazenar esse tipo de dado, um exemplo são os dados gerados por aplicações empresariais. Os dados não estruturados não possuem uma formatação específica e são mais difíceis de serem processados. Por exemplo, mensagens de email, imagens, documentos de texto, mensagens em redes sociais.


bookmark_borderO que é hereditário

hereditário | adj.
he·re·di·tá·ri·o
(latim hereditarius, -a, -um, relativo a herança, recebido por herança )
adjectivo adjetivo

1. Que se recebe ou se transmite por herança.

2. Que vem dos pais, dos antepassados.

3. [Biologia]   [Biologia]   Que se transmite por via genética (ex.: doença hereditária).


adjetivo Que se transmite por sucessão, pela pessoa falecida aos seus herdeiros.
[Genética] Que se transmite dos ascendentes aos descendentes por hereditariedade natural, pelos genes; congênito: doença hereditária.
Diz-se do cargo, ofício, trabalho passado para quem vier depois: título hereditário.
expressão Príncipe hereditário. Príncipe que, por direito, deve herdar o poder.
Etimologia (origem da palavra hereditário). Do latim hereditarius.

bookmark_borderO que é reconto

reconto | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de recontar
re·con·to
nome masculino

1. Acto ou efeito de recontar; narrativa.

2. O segundo conto da lança no reverso da haste.

3. [Portugal: Minho]   [Portugal: Minho]   Chamada de gente para verificar a presença obrigatória de certas pessoas.
re·con·tar re·con·tar – Conjugar
verbo transitivo

1. Tornar a contar.

2. Contar minuciosamente.

3. [Antigo]   [Antigo]   Narrar.


substantivo masculino Ato de recontar, de contar de novo, de narrar.
Narrativa.

bookmark_borderO que é judeu

judeu | adj. s. m. | adj. | s. m.
ju·deu
(latim judaeus, -a, -um )
adjectivo e substantivo masculino adjetivo e substantivo masculino

1. Que ou quem professa a religião judaica. = HEBREU

2. O mesmo que israelita.adjectivo adjetivo

3. Relativo à Judeia, região da Palestina.

4. Relativo à tribo ou ao reino de Judá ou a Judá, nome de duas personagens bíblicas.

5. Relativo à religião judaica. = HEBRAICO, HEBREU

6. [Informal, Depreciativo]   [Informal, Depreciativo]   Muito travesso.

7. [Informal, Depreciativo]   [Informal, Depreciativo]   Que gosta de fazer judiarias. = PERVERSOsubstantivo masculino

8. [Informal, Depreciativo]   [Informal, Depreciativo]   Agiota, usurário.

9. [Popular]   [Popular]   Enxergão.

10. [Ictiologia]   [Ictiologia]   Peixe pelágico (Auxis rochei) da família dos escombrídeos, de corpo alongado, coloração azulada com bandas escuras no dorso e ventre prateado. = SERRA

11. [Brasil]   [Brasil]   Feixe de capim com pedras, para a formação de tapumes, em trabalhos de mineração.

judeu errante • Personagem lendária condenada a vagar pelo mundo até ao fim dos tempos.

• Indivíduo que viaja com muita frequência , que não se fixa num lugar.
Ver também dúvida linguística: sentido depreciativo de cigano e outras palavras.


substantivo masculino Aquele que segue o judaísmo, religião do povo hebreu cujo livro sagrado é a Torá ou Tora que contém os cinco primeiros livros da Bíblia; israelita, hebreu.
Qualquer pessoa de raça hebraica; israelita.
Pessoa natural ou habitante do Estado de Israel.
[História] Indivíduo natural da Judeia.
[História] Aquele que descende dos antigos habitantes da Judeia.
[Culinária] Tipo de bolo de milho.
[Regionalismo: Amazonas] Nome dado aos sírios.
[Regionalismo: Santa Catarina] Apelido dado aos liberais pelos conservadores denominados cristãos.
[Regionalismo: Minas Gerais] Espécie de virado ou tutu de feijão.
[Ictiologia] Designação comum de papa-terra.
[Zoologia] Macaco da Amazônia; cuxiú.
[Mineralogia] Feixe de capim, com pedras dentro, para formação dos tapumes em trabalhos de mineração.
adjetivo [História] Que diz respeito à Judeia ou aos judeus; hebreu, israelita, judaico.
expressão Judeu errante. Diz-se do indivíduo que viaja muito.
Etimologia (origem da palavra judeu). Do latim judaeus.a.um.

bookmark_borderO que é relatório

relatório | s. m.
re·la·tó·ri·o
nome masculino

1. Exposição escrita em que se descrevem todos os factos de uma gerência, os dados colhidos numa sindicância, os trabalhos de uma comissão, etc.

2. Exposição dos motivos que levam a apresentar um projecto de lei ou um decreto.

3. Parecer de uma comissão parlamentar.


substantivo masculino Texto que contém uma descrição detalhada dos aspectos mais importantes, eventos ou ações, de alguma coisa: relatório de projeto.
Exposição com as conclusões observadas pelos integrantes de uma comissão que avalia uma pesquisa, um projeto ou problema.
Opinião especializada através da qual uma pessoa descreve o fundamental de sua atividade profissional: relatório de atividades.
[Jurídico] Documento que contém o que foi decidido e debatido durante o processo.
Etimologia (origem da palavra relatório). Relato + ório.


Um relatório é um conjunto de informações utilizado para reportar resultados parciais ou totais de uma determinada atividade, experimento, projeto, ação, pesquisa, ou outro evento que esteja acabado ou em andamento. Pode ser oral ou por escrito.Quando se trata de um trabalho acadêmico, pode ser elaborado com referência a pesquisa original, ou apresentar estudo bibliográfico. Visa comumente apresentar o andamento de trabalhos junto a órgãos financiadores e fiscalizadores, pode ser etapa de estágio ou pesquisa. Nesse caso, é submetido às comissões e conselhos dos órgãos competentes, ou do evento, que decidem sobre o mérito.
Normalmente utiliza-se formatação padronizada, o que no entanto pode ser flexibilizado caso o âmbito do mesmo seja interno ao setor executante ou grupo a que este último pertence.
A dificuldade na criação de um relatório, é normalmente proporcional à complexidade e amplitude do assunto abordado. Em situações deste tipo, criar sub-relatórios pode ser uma boa alternativa.
O relatório deve dividir-se em diferentes partes indicadas abaixo.
É importante saber qual o tipo de redação a ser adotado para estabelecer o foco: exposição detalhada de um caso (descrição) ou opinião e posicionamento – individual ou coletivo – diante de um assunto (dissertação).Em seguida, verifique para quem se dirige a comunicação: um Conselho de profissionais, um diretor ou gerente, um colega com quem você tem mais amizade? De acordo com o destinatário escolhido, você vai precisar adotar um estilo adequado: protocolar, formal ou informal, sintético ou analítico.
Agora, pense efetivamente em que deseja comunicar: os principais pontos, os comentários significativos e os aspectos que podem auxiliar o destinatário a entender melhor o seu texto. Para estruturar melhor o que pretende escrever, use o esquema do jornalista: quem fez, o que fez, por que fez, como fez, quando fez e onde fez. Respondidas essas questões, redija a mensagem com começo, meio e fim.
O começo tem de ser criativo e claro. Você precisa “prender” a atenção do leitor nas primeiras dez linhas para que ele se sinta motivado a continuar a leitura.
O meio tem de ser persuasivo para convencer o leitor a respeito do ponto de vista que você está desenvolvendo. Reúna fatos, estatísticas, gráficos e depoimentos para dar consistência ao seu relatório.
O fim, assim como o começo, precisa ser marcante. No último parágrafo, faça um resumo do que foi escrito e encontre uma frase expressiva que possa representar bem a comunicação feita.
O número de páginas vai depender da profundidade necessária para tratar o assunto em pauta. Normalmente, quem escreve sabe quanto escrever.
Evite erros gramaticais, principalmente de concordância verbal e nominal (os mais comuns).
Fique atento também à cacofonia, que é a junção de duas palavras formando uma terceira de sentido ridículo (do tipo amá-la). Preste muita atenção na ordem das palavras para não mudar o sentido do que você quer dizer. Prefira a ordem direta (sujeito, predicado e complementos) para não confundir seus leitores.
Transmita o que interessa de fato, de forma coerente, sem gírias ou linguagem muito técnica, e com alto padrão de civilidade. Comunicar é fazer-se entender. Se atingir esse objetivo, você estará perto do sucesso.


bookmark_borderO que é relato

relato | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de relatar
re·la·to
nome masculino

1. Acto ou efeito de relatar; relação.

2. Narração (de partida de futebol).

3. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]   Prisão de corda com um laço ou nó especial, e que se fixa na manjedoura.

4. Tira de couro que serve de rédea.
re·la·tar re·la·tar – Conjugar
verbo transitivo

1. Referir; contar; narrar.

2. Descrever.

3. Mencionar.

4. Fazer o relatório ou a parte preambular de (um decreto, um processo, etc.).


substantivo masculino Ação ou efeito de relatar.
Narração, descrição, explanação ou explicação feita oralmente sobre uma situação ou acontecimento: relato de experiência.
Etimologia (origem da palavra relato). Do latim relatus.

bookmark_borderO que é axadrezado

axadrezado | adj. | s. m. | adj. s. m. masc. sing. part. pass. de axadrezar
a·xa·dre·za·do
(particípio de axadrezar )
adjectivo adjetivo

1. Cujas cores estão dispostas em quadrados, à semelhança das casas do tabuleiro do xadrez (ex.: saia axadrezada). = XADREZsubstantivo masculino

2. Padrão, geralmente de tecidos, cujas cores são dispostas em quadrados alternados. = XADREZadjectivo e substantivo masculino adjetivo e substantivo masculino

3. [Desporto]   [Esporte]   Que ou quem pertence a uma equipa ou a um clube que tem habitualmente um padrão de cores disposto como as casas do tabuleiro do xadrez.

4. [Desporto]   [Esporte]   Relativo ao Boavista Futebol Clube ou o que é seu jogador ou adepto . = BOAVISTEIRO
a·xa·dre·zar a·xa·dre·zar – Conjugar
(a- + xadrez + -ar )
verbo transitivo

Dispor em forma de tabuleiro de xadrez. = ENXADREZAR ≠ DESXADREZAR


adjetivo Parecido com tabuleiro de xadrez.
Que apresenta pequenos quadrados de duas cores e dispostos alternadamente.
Etimologia (origem da palavra axadrezado). A + xadrez + ado.

bookmark_borderO que é predominante

predominante | adj. 2 g.
pre·do·mi·nan·te
(predominar + -ante )
adjectivo de dois géneros adjetivo de dois géneros

1. Que predomina.

2. [Gramática]   [Gramática]   Diz-se do acento tónico .

3. Diz-se da sílaba ou vogal que tem esse acento.


adjetivo Que possui uma importância maior em relação aos demais; que tende a predominar sobre os demais; dominante.
[Gramática] Numa palavra, diz-se do acento mais forte, tônico.
Etimologia (origem da palavra predominante). Predominar + nte.