O que é antinomia

antinomia | s. f.
an·ti·no·mi·a
(latim antinomia, -ae, do grego antinomía, -as )
nome feminino

1. Contradição entre proposições, princípios ou ideias .

2. [Jurídico, Jurisprudência]   [Jurídico, Jurisprudência]   Contradição entre leis (e, por extensão, entre pessoas ou coisas).


substantivo feminino Contradição entre princípios, doutrinas, ideologias.
[Jurídico] Contradição, discrepância, entre leis que dificulta sua interpretação.
Condição do que está disposto ou colocado no sentido contrário, oposto.
Qualquer coisa que se oponha ao que foi dito ou feito anteriormente.
[Filosofia] Afirmação que se opõe aos sistemas determinados, ao senso comum; paradoxo.
Etimologia (origem da palavra antinomia). Do latim antinomia.ae; pelo grego antinomía.as.


Uma antinomia é uma afirmação simultânea de duas proposições (teses, sentenças etc.) contraditórias entre si. A antinomia no campo do Direito recebe o nome de antinomia jurídica.As antinomias também aparecem na matemática, principalmente nas áreas de lógica e teoria dos conjuntos. As antinomias tiveram um papel central nos trabalhos científicos na área de matemática do início do século XX, principalmente nas tentativas de Georg Cantor de definir a teoria dos conjuntos, no projeto de David Hilbert de formalizar a matemática e nos trabalhos de Kurt Gödel e Alan Turing sobre a incompletude dos sistemas formais.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *