O que é bico

bico | s. m. | interj.
bi·co
(latim beccus, -i, bico, especialmente o do galo )
nome masculino

1. Parte córnea que remata a boca das aves.

2. [Por extensão]   [Por extensão]   Ave doméstica.

3. Prolongamento na parte da frente da cabeça de um animal (ex.: bico do peixe-agulha).

4. [Informal, Figurado]   [Informal, Figurado]   Boca humana (ex.: cala o bico!).

5. [Figurado]   [Figurado]   Beijo.

6. Extremidade saliente ou aguçada de alguns objectos . = PONTA

7. Aparo para escrever. = PONTA

8. Extremidade de um queimador de gás (ex.: um dos bicos do fogão está entupido; fogão com quatro bicos). = BOCA

9. Dívida insignificante.

10. [Informal]   [Informal]   Princípio de bebedeira.

11. [Informal]   [Informal]   Pessoa que gosta de beber vinho.

12. [Informal]   [Informal]   Serviço remunerado que se faz para além do emprego habitual (ex.: o cunhado é mecânico e faz uns bicos de vez em quando). = BISCATE

13. [Portugal, Calão]   [Portugal, Tabuísmo]   Prática sexual que consiste em estimular o pénis com a boca ou com a língua. = FELAÇÃOinterjeição

14. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   Exclamação para impor silêncio ou impedir que se fale sobre determinado assunto. = CALUDA

abrir o bico • [Informal]   • [Informal]   Falar ou contar alguma coisa (ex.: se abres o bico, arrependes-te).

bico calado • Exclamação que visa impor silêncio ou impedir que se fale sobre determinado assunto.

bico do pé • Ponta do pé.

bico do peito • Glândula mamária. = MAMILO

bom de bico • [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   Que é hábil a argumentar ou a convencer.

• [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   Que inventa ou exagera façanhas, conhecimentos ou qualidades.

em bicos de pés • Sem assentar os calcanhares no chão.

• Sem fazer barulho.

• [Informal]   • [Informal]   De modo vaidoso ou com ares de importante.

molhar o bico • [Informal]   • [Informal]   Tomar uma pequena porção de bebida, geralmente alcoólica. = MOLHAR A GARGANTA, MOLHAR A GOELA

não abrir o bico • [Informal]   • [Informal]   Ficar calado.

torcer o bico ao prego • [Informal]   • [Informal]   O mesmo que virar o bico ao prego.

virar o bico ao prego • [Informal]   • [Informal]   Desvirtuar intencionalmente o sentido de uma afirmação ou de algo, fazendo uma interpretação segundo os interesses ou a conveniência do próprio.

• [Informal]   • [Informal]   Desviar-se propositadamente do tema de uma conversa ou discussão; mudar de assunto por conveniência.

voltar o bico ao prego • [Informal]   • [Informal]   O mesmo que virar o bico ao prego.


substantivo masculino Órgão constituído por duas partes córneas que, nas aves, cobrem as maxilas.
Por anal. A boca proeminente de alguns outros animais.
A boca do homem, em frases como: calar o bico (calar-se), não abrir o bico (não dizer nada) etc.
Renda estreita, que termina lateralmente em bicos.
[Brasil] Biscate, pequenos ganhos eventuais.
Extremidade de certos objetos terminados em ponta: o bico de uma pena.
A parte inferior do focinho do cavalo.
Meter o bico, intrometer-se: nisto ninguém mete o bico.
Bico do peito, o mamilo.
Bico do candeeiro, extremo do canal por onde sai a torcida.
Bico de gás, tubozinho por onde sai o gás de iluminação.
Bico de Bunsen, bico de gás empregado em laboratório, munido de um sistema de regulagem que permite modificar a composição da mistura combustível.
Chapéu de três bicos, de forma triangular.
Jogar com pau de dois bicos, querer agradar a ambas as partes em divergência.
Abrir o bico, delatar; falar; revelar cansaço (o jogador de futebol).


O bico é uma estrutura anatômica presente nas aves modernas e é constituído pelos ossos das maxilas superior e inferior, conhecidas respectivamente como maxilar e mandíbula, e pela ranfoteca, a qual designa a camada de queratina que recobre ambas as partes do bico. Essa estrutura apresenta adaptações específicas nas diversas espécies de aves existentes atualmente, sendo muitas dessas adaptações decorrentes do ambiente e também de fatores genéticos, tais como: adaptação ao hábito alimentar, ao canto, às estratégias de defesa e aos hábitos comportamentais. Atualmente, muitos especialistas classificam as aves de acordo com sua dieta alimentar, sendo esta constituída por aves insectívoras, frugívoras, piscívoras, carnívoras, carniceiras, nectarívoras e herbívoras. O surgimento do bico ocorreu mais de uma vez na história evolutiva, sendo que a hipótese mais bem aceita é a de que este decorre do processo de perda dos dentes em algumas linhagens de dinossauros que são os ancestrais mais próximos das aves.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.