O que é elétrico

eléctrico elétrico | adj. | s. m.
e·léc·tri·co |ét| e·lé·tri·co |ét| e·lé·tri·co |ét|
adjectivo adjetivo

1. Da electricidade ou a ela relativo.

2. Em que se manifesta electricidade .

3. Que é causado pela electricidade ou que a tem por agente ou motor.

4. [Figurado]   [Figurado]   Que se propaga rapidamente.

5. Que excita ou abala como a electricidade .substantivo masculino

6. [Portugal]   [Portugal]   Viatura urbana de transporte de passageiros, geralmente com apenas uma composição, movida por electricidade e que circula sobre carris de ferro. (Equivalente no português do Brasil: bonde.) = CARROELÉCTRICO , TRÂMUEI• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: elétrico. • Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990:eléctrico.
• Grafia no Brasil: elétrico. • Grafia em Portugal:eléctrico.


adjetivo Relativo à eletricidade: corrente elétrica.
Que funciona por eletricidade: ferro elétrico.


Um bonde (português brasileiro) ou elétrico (português europeu), trâmuei ou tranvia (ou, ainda, trólebus quando se move sobre rodas com pneus) é um meio de transporte público tradicional em grandes cidades da Europa como Varsóvia, Basileia, Zurique, Helsinque, Lisboa e Porto, ou das Américas, como São Francisco, Rio de Janeiro e Toronto. Movimenta-se sobre carris (trilhos) que, em geral, encontram-se instalados nas partes mais antigas das cidades, uma vez que a sua implantação data, também em geral, da segunda metade do século XIX. Destinado sobretudo ao transporte de passageiros, atualmente constitui-se em um meio de transporte rápido, já que, geralmente, tem prioridade sobre os demais meios de transporte. Em Portugal, obedece às regras de trânsito como qualquer outro veículo motorizado.
Hoje em dia, por razões de economia de energia e de preservação do meio ambiente, vem sendo sucedido pelo veículo leve sobre trilhos (VLT), cuja utilização se encontra em expansão em várias cidades do mundo. Os elétricos ou bondes têm grandes vantagens em relação aos ônibus, entre as quais a menor poluição, tanto sonora quanto atmosférica. Complementarmente, a subsistência dos antigos elétricos representa um enriquecimento cultural das próprias cidades, já que cada uma introduziu modificações características em suas respectivas redes. Muitas das grandes cidades da Suíça ainda usam os elétricos, bem como grandes cidades da Alemanha, Polónia e algumas da França, como por exemplo Estrasburgo.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *