O que é energia

energia | s. f.
e·ner·gi·a
(grego enérgeia, -as )
substantivo feminino

1. [Física]   [Física]   Capacidade que um corpo ou um sistema físico tem de produzir trabalho (símbolo: E).

2. Fonte energética, como electricidade , calor ou luz, que permite o funcionamento de algo (ex.: energias renováveis).

3. O mesmo que energia eléctrica (ex.: o corte de energia deixou a cidade às escuras).

4. [Figurado]   [Figurado]   Maneira vigorosa de agir, de dizer ou de querer; força anímica (ex.: respondeu às críticas com energia). = FIRMEZA, SEGURANÇA

5. [Figurado]   [Figurado]   Vitalidade física (ex.: a energia das crianças parece inesgotável). = VIGOR

energia atómica • [Física nuclear]   • [Física nuclear]   O mesmo que energia nuclear.

energia eléctrica • [Física]   • [Física]   Força energética fornecida sob a forma de corrente eléctrica .

energia nuclear • [Física nuclear]   • [Física nuclear]   Força energética libertada pela desintegração de núcleos de átomos; energia atómica .

energia renovável • Força energética de uma fonte cuja matéria-prima tem uma velocidade de formação superior à velocidade de consumo, como a luz solar, o vento, as marés, a biomassa ou a geotermia.Confrontar: enargia.


substantivo feminino Força física ou moral; vigor, ânimo.
[Figurado] Firmeza no modo de agir; rigor, determinação: agir com energia.
[Física] Faculdade que possui um sistema de corpos para fornecer trabalho mecânico ou seu equivalente; força, potência.
[Filosofia] Força física ou metafísica que, para filosofia aristotélica, é capaz de atualizar uma potencialidade.
expressão Energia cinética. Energia que possui um corpo em virtude de sua velocidade.
Energia potencial. Energia que possui um corpo em função de sua posição.
Etimologia (origem da palavra energia). Do grego enérgeia; pelo espanhol energía.


Em ciência, energia (do grego έν, “dentro”, e εργον, “trabalho, obra”ː ou seja, “dentro do trabalho”) refere-se a uma das duas grandezas físicas necessárias à correta descrição do inter-relacionamento – sempre mútuo – entre dois entes ou sistemas físicos. A segunda grandeza é o momento. Os entes ou sistemas em interação trocam energia e momento, mas o fazem de forma que ambas as grandezas sempre obedeçam à respectiva lei de conservação.
É bem difundido – não só em senso comum – que energia associa-se geralmente à capacidade de produzir um trabalho ou realizar uma ação . Em verdade, a etimologia da palavra tem origem no idioma grego, onde εργος (ergos) significa “trabalho”. Embora não completamente abrangente no que tange à definição de energia, esta associação não se mostra por completo fora do domínio científico, e, em princípio, qualquer ente que esteja a trabalhar – por exemplo, a mover outro objeto, a deformá-lo ou a fazê-lo ser percorrido por uma corrente elétrica – está a “transformar” parte de sua energia, transferindo-a ao sistema sobre o qual realiza o trabalho.
O conceito de energia é um dos conceitos essenciais da física. Nascido no século XIX, desempenha papel crucial não só nesta área do conhecimento, mas também em outras áreas da ciência que ,todas juntas, integram a ciência moderna. Notoriamente relevante tanto na química quanto na biologia, e mesmo em economia, e outras áreas de cunho social, a energia se destaca como um ponto fundamental, uma vez que o comércio de energia move anualmente quantidades enormes de dinheiro.
Pela sua importância, há, na física, uma subárea dedicada quase que exclusivamente ao estudo da energia: a termodinâmica. Em termodinâmica, o trabalho é uma entre as duas possíveis formas de transferência de energia entre sistemas físicos; a outra forma é o calor.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *