O que é escapo

escapo | adj. | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de escapar
es·ca·po
(derivação regressiva de escapar )
adjectivo adjetivo

1. Fora de perigo. = LIVRE, SALVO

2. Livre de obrigações.nome masculino

3. [Botânica]   [Botânica]   Pedúnculo de que brota a flor nas plantas acaules.

4. Primeiro artículo das antenas dos insectos .

5. Quarto de círculo que liga o fuste à base ou ao capitel.

6. Maquinismo de relojoaria que serve para regularizar o movimento de um relógio. = ESCAPAMENTO, ESCAPE
es·ca·par es·ca·par – Conjugar
verbo intransitivo

1. Ficar livre; ficar isento. = LIVRAR-SE

2. Não ser envolvido em coisa má ou incómoda .

3. Subtrair-se, fugir.

4. Não ser atacado.

5. Sair de doença ou de perigo. = SOBREVIVER

6. Passar da memória.

7. Passar despercebido.

8. Ser dito por inadvertência.

9. Ser feito involuntariamente.verbo pronominal

10. Fugir; desaparecer.

11. Coar-se, sair (falando de líquidos ou gases).


substantivo masculino Mecanismo que serve para regularizar o movimento dos relógios.
Quadrante que liga o fuste da coluna à base do capitel.


Em botânica, escapos são caules que sustentam flores na extremidade, normalmente não ramificados e sem folhas, que crescem da coroa ou das raízes de uma planta. Os escapos podem ter apenas uma flor ou muitas, dependendo da espécie, e podem exibir brácteas e até ramos. Ocorrem em plantas cujo caule é muito reduzido ou subterrâneo e suas folhas aparentam nascer diretamente do solo, sendo encontrados em plantas de muitas famílias, incluindo Amaryllidaceae, Balsaminaceae, Liliaceae, Papaveraceae, Droseraceae e Violaceae.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *