O que é fechamento

fechamento | s. m. derivação masc. sing. de fechar
fe·cha·men·to
nome masculino

1. Acto de fechar; encerramento.

2. Fecho de abóbada ou arco.
fe·char fe·char – Conjugar
(fecho + -ar )
verbo transitivo

1. Fazer cessar o estado de aberto.

2. Tornar fixo por meio de chave, aldraba, tranca, etc. (uma porta, uma gaveta, etc.).

3. Cercar.

4. Não deixar ir ou ver mais além.

5. Encerrar.

6. Deixar encerrado.

7. Terminar, rematar.

8. Ir no último lugar de.

9. Concluir.

10. Cicatrizar.verbo intransitivo

11. Unir as bordas de uma abertura.

12. Tolher a entrada e a saída.

13. [Arquitectura]   [Arquitetura]   [Arquitetura]   Colocar a última pedra em (abóbada ou arco).

14. Unir-se.

15. Tapar-se.

16. Terminar.verbo pronominal

17. Cerrar-se, encerrar-se.

18. Condensar-se.

19. Terminar.

20. Calar.Confrontar: fichar.


substantivo masculino Ação ou efeito de fechar, de encerrar; encerramento, fechação.
[Gíria] Pessoa que te completa; par romântico: meu fechamento é você.
[Construção] Montagem da última pedra que fecha um arco ou abóbada.
[Construção] Pedra que fecha o arco ou abóbada.
[Jornalismo] Tarefas finais da edição de um periódico: fechamento do jornal.
Etimologia (origem da palavra fechamento). Fechar + mento.


Em matemática, um conjunto é fechado em relação a uma dada operação quando o resultado dessa operação em elementos desse conjunto é ainda um elemento desse conjunto. Por exemplo, os números reais são fechados na subtração, mas os números naturais não são: 3 e 7 são ambos números naturais, mas o resultado de 3-7 não pertence ao conjunto dos naturais.
Similarmente, um conjunto é dito fechado sob uma coleção de operações se é, individualmente, fechado em cada uma das operações.
Um conjunto que é fechado sob uma operação ou coleção de operações é dito satisfazer uma propriedade do fechamento (português brasileiro) ou de fecho (português europeu). Frequentemente uma propriedade do fechamento é introduzida como um axioma, geralmente denominado axioma do fechamento. Note que as definições da Teoria Moderna dos Conjuntos normalmente define operações como mapeamentos entre conjuntos. Logo, adicionar o fechamento a uma estrutura como um axioma é supérfluo, apesar de ainda fazer sentido perguntar se os subconjuntos são fechados. Por exemplo, o conjunto dos números reais é fechado sob a subtração, entretanto (como mencionado acima) seu sub-conjunto dos números naturais não é.
Quando um conjunto S não é fechado sob algumas operações, pode-se encontrar o menor conjunto contendo S que é fechado. Este menor conjunto fechado (com respeito às operações)) é chamado de o fechamento de S. Por exemplo, o fechamento sob a subtração do conjunto dos números naturais, visto como um sub-conjunto dos números reais, é o conjunto dos números inteiros. Um exemplo importante é fechamento topológico. A noção de fechamento é generalizado pelas Conexões de Galois, e também pelas Mónades.
Note que o conjunto S deve ser um subconjunto do fechamento para que operador de fechamento seja definido. No exemplo anterior, é importante que os números reais sejam fechados sob a subtração: no domínio dos números naturais a subtração não é definida sempre.
Os dois usos da palavra “fechamento” não devem ser confundidos. A primeira utilização refere-se à propriedade de ser fechado; já a segunda refere-se ao menor conjunto fechado que contém um conjunto que não é fechado. Resumindo: o fechamento de um conjunto satisfaz a propriedade do fechamento.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *