O que é flagelo

flagelo | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de flagelar
fla·ge·lo |ê| fla·ge·lo |ê|
substantivo masculino

1. Tiras ou correia para açoitar. = DISCIPLINAS, SUPLÍCIOS

2. [Figurado]   [Figurado]   Castigo.

3. Tormento.

4. Calamidade pública.

5. Peste.

6. Tortura.

7. Pessoa ou coisa que incomoda.

8. [História natural]   [História natural]   Filamento móvel (ou cílio vibrátil) que serve de órgão locomotor a certos protozoários flagelados.
fla·ge·lar fla·ge·lar – Conjugar
(latim flagello, -are )
verbo transitivo

1. Açoitar com flagelo. = CASTIGAR

2. [Figurado]   [Figurado]   Atormentar; martirizar.

3. Incomodar.


substantivo masculino Tipo de chicote, instrumento de tortura composto por uma ou várias tiras de couro que, unidas por um cabo de madeira, é usado para espancar.
[Por Extensão] Punição feita por castigo físico; tortura.
[Figurado] Tortura moral; em que há aflição; angústia.
[Figurado] O que causa aborrecimento: o seu flagelo são as queixas dos vizinhos.
[Por Extensão] Infortúnio pessoal ou coletivo; calamidade.
O que provoca uma grande tragédia: o holocausto foi um grande flagelo.
[Medicina] Disseminação de uma doença contagiosa; epidemia.
[Zoologia] Parte mais afastada do centro das antenas dos insetos.
[Citologia] Filamento de função importante para a movimentação de várias células.
Etimologia (origem da palavra flagelo). Do latim flagellum.i.


Flagelo (do latim: flagellum; “chicote”) é a designação dada em diversos campos da Biologia aos apêndices móveis com forma de chicote presentes em muitos organismos unicelulares e em algumas células de organismos pluricelulares. A função primária dos flagelos é a motilidade dos organismos, possibilitando o movimento em meio líquido, mas é frequente assumirem outras funções, entre as quais assegurar a circulação de fluidos, encaminhar alimento, ou funcionar como organelos sensoriais que reagem à presença de determinados compostos químicos ou à temperatura no exterior da célula. Dada a heterogeneidade estrutural e as diferentes origens evolutivas, os flagelos são considerados como organelos definidos pela função e não pela estrutura.
Um exemplo de flagelo com funções de mobilidade ocorre nos espermatozoides humanos, enquanto os flagelos dos coanócitos das esponjas se destinam a produzir micro-correntes de água que o organismo filtra para obter alimento. Outro exemplo de motilidade é a bactéria carcinogénica Helicobacter pylori, que usa múltiplos flagelos para se mover através do muco gástrico e atingir o epitélio do estômago humano.Os flagelos dos organismos eucarióticos são estruturalmente idênticos aos cílios, sendo por isso a distinção geralmente baseada na função ou no comprimento. Fímbrias e pili são também finos apêndices celulares, mas têm funções bem diversas e são geralmente mais pequenos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *