O que é humilhação

humilhação | s. f. derivação fem. sing. de humilhar
hu·mi·lha·ção
(humilhar + -ção )
substantivo feminino

1. Acto ou efeito de humilhar ou humilhar-se.

2. Vergonha; rebaixamento.
hu·mi·lhar hu·mi·lhar – Conjugar
(latim humilio, -are, abaixar, abater )
verbo transitivo

1. Tornar humilde.

2. Rebaixar, vexar.

3. Tratar desdenhosamente a.

4. Abater, submeter.verbo pronominal

5. Mostrar humildade.

6. Submeter-se; render-se; prostrar-se.


substantivo feminino Ação em que alguém humilha, rebaixa, diminui o valor de outra pessoa ou coisa; rebaixamento moral; afronta, diminuição.
Quem teve sua honra ou dignidade ofendida; desonra, vergonha.
Ação em que uma pessoa é diminuída numa escala hierárquica.
Ato que resulta em obediência; abatimento, submissão.
Etimologia (origem da palavra humilhação). Humilhar + ção.


Humilhação é, literalmente, o ato de ser tornado humilde, ou seja alguém que se tornou humilde perante outro ser de devida superioridade, logo, humilhação não é o mesmo que chamar o outro de menos esperto, por exemplo. Tem muito em comum com a emoção da vergonha. A humilhação não é, geralmente, uma experiência agradável, visto que costuma diminuir a autoestima da pessoa que sofreu a humilhação.
No livro a Linguagem do Deuses, de Antônio Carlos Farjani, humildade provém também da palavra humus, relativo à terra. “A fórmula latina homo-humus-humilis é altamente esclarecedora: assim como o universo advém do Caos e a ele retorna no final de cada ciclo, o homem, produto da terra, a ela retornará no fim da sua existência, quando então será ‘humilhado’, isto é, baixado ao húmus, por ocasião de seu sepultamento, e passará a fazer parte do elemento fértil subjacente ao solo. Do ponto de vista esotérico, esse retorno ao seio da terra não coincide com a morte do corpo, mas com a morte do eu profano ocorrida na iniciação. Descer ao húmus, nesse contexto, equivale a descer ao Hades, ou seja, os Infernos ou o Reino dos Mortos; essa ‘descida’ é feita em vida pelo iniciado, e consiste numa viagem interior.”


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *