O que é inesperado

inesperado | adj. | s. m.
i·nes·pe·ra·do
(in- + esperado )
adjectivo adjetivo

1. Que não se esperava; que acontece ou surge de repente, sem se prever (ex.: convidados inesperados; ajuda inesperada). = IMPREVISTO, REPENTINO, SÚBITO ≠ ESPERÁVEL, PREVISTO, PROVÁVELsubstantivo masculino

2. Aquilo que ocorre ou surge de forma imprevista (ex.: decorria a primeira parte do jogo quando o inesperado aconteceu: um gato atravessou o campo).

Antónimo Antônimo Geral: ESPERADO


adjetivo Que não se pode esperar; que não foi esperado; que ocasiona surpresa; em que há imprevisto; súbito: temporal inesperado.
substantivo masculino Algo ou alguém que provoca surpresa; que acontece de maneira imprevista: o inesperado acabou por surpreender os passageiros.
Etimologia (origem da palavra inesperado). In + esperado.


Inesperado é o sexto álbum de estúdio da cantora, compositora e atriz mexicana Anahí, lançado em 03 de junho de 2016 pela Universal Music.É o primeiro álbum de Anahí em sete anos e a mesma é creditada como compositora de três das doze canções incluídas no álbum, assim como também foi responsável pela arte e desenho. Trabalhou junto com outros produtores como Andres Torres, Ettore Grenci e Sebastián Jácome. Há uma versão da canção “La Puerta de Alcalá” (1986) de Ana Belén e Víctor Manuel, interpretada junto com o cantor espanhol David Bustamante e uma versão da canção “Temblando” (1987) do grupo espanhol Hombres G. O álbum inclui principalmente gêneros como o reggaeton, dance-pop, electropop, pop e o pop latino.
Para promover o álbum, Anahí lançou quatro singles. O primeiro single “Rumba” foi uma colaboração com o cantor porto-riquenho Wisin, o tema alcançou o primeiro lugar na lista da Billboard Tropical Airplay nos Estados Unidos além de receber duas indicações na décima terceira edição dos Premios Juventud. Seu vídeo foi gravado em Miami e dirigido por Jessy Terreno. O segundo single “Boom Cha”, foi uma colaboração com a cantora brasileira Zuzuka Poderosa, o tema entrou na lista Pop do Monitor Latino na Venezuela. Seu vídeo também foi gravado em Miami e dirigido por Pablo Croce. “Eres”, terceiro single do álbum, é uma colaboração com o cantor mexicano Julión Álvarez, ficou entre as dez mais tocadas na lista Pop do Monitor Latino no México e recebeu uma indicação na décima-terceira edição dos Premios Juventud. O vídeo musical foi filmado no estado mexicano de Chiapas. Finalmente, “Amnesia” foi composta por Claudia Brant e Noel Schajris, e entrou nas listas do México e dos Estados Unidos. Seu vídeo musical, foi dirigindo novamente por Pablo Croce e filmado em Los Angeles.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *