O que é ocelo

ocelo | s. m.
o·ce·lo |é| o·ce·lo |é|
(latim ocellus, -i, olhinho )
substantivo masculino

1. Pequeno olho. = OLHINHO

2. Cada um dos pontos variegados que, parecendo olhos, matizam certos órgãos.

3. [Zoologia]   [Zoologia]   Olho dos artrópodes.


substantivo masculino Olho simples de numerosos artrópodes (larvas de insetos, aracnídeos etc.).
Pinta arredondada, de várias cores, nas asas de insetos, plumagem de aves (como as penas de pavão), pêlo de mamíferos; olhinho.


Ocelo, ou mancha ocular, é o olho primitivo das hidromedusas, platelmintos e alguns insetos, constituído pelo agrupamento de células fotorreceptoras. São estruturas pequenas e isoladas, constituídas por células sensoriais, revestidas por células pigmentadas, conectadas ao nervo óptico. Os ocelos detectam a intensidade e direção da luz, mas não são capazes de formar imagens.
Também pode se referir a manchas semelhantes a olhos, um tipo de mimetismo.
Algumas medusas, estrelas-do-mar e planárias têm os olhos mais simples, que possuem pigmento distribuído aleatoriamente e que não possuem estruturas adicionais, como córnea e cristalino. A aparente cor dos olhos nesses animais é, portanto, vermelha ou preta. No entanto, outros cnidaria têm olhos mais complexos, incluindo as Cubomedusae que possuem retina distinta, lente e córnea.Muitos caracóis e moluscos gastrópodes também têm “ocelli”, seja nas pontas ou nas bases dos tentáculos. No entanto, alguns outros gastrópodes, como os Strombidae, têm olhos muito mais sofisticados. Amêijoas gigantes (Tridacna) têm ocelos que permitem que a luz penetre no manto.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *