O que é pinha

pinha | s. f.
pi·nha
(latim pinea, -ae )
nome feminino

1. [Botânica]   [Botânica]   Fruto do pinheiro.

2. Objecto semelhante na forma a este fruto.

3. Conjunto de pessoas ou coisas. = MAGOTE

4. Conjunto de frutos ou flores. = CACHO

5. [Informal]   [Informal]   Cabeça. = CUCA

6. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]   Presente de núpcias.

7. [Náutica]   [Náutica]   Entrelaçamento no chicote de um cabo.

8. [Brasil, Cabo Verde]   [Brasil, Cabo Verde]   [Botânica]   [Botânica]   Árvore frutífera (Annona squamosa) da família das anonáceas, de folhas simples lanceoladas, flores solitárias carnudas amareladas e frutos geralmente redondos. = ATA, FRUTA-DO-CONDE

9. [Cabo Verde]   [Cabo Verde]   [Botânica]   [Botânica]   Árvore frutífera (Annona muricata) perenifólia da família das anonáceas, de folhas simples oblongas, flores solitárias carnudas de cor amarela esverdeada e frutos geralmente ovalados. = ATA, GRAVIOLA, SAPE-SAPE

10. [Brasil, Cabo Verde]   [Brasil, Cabo Verde]   [Botânica]   [Botânica]   Fruto de qualquer uma dessas árvores.

à pinha • [Informal]   • [Informal]   Muito cheio (ex.: o autocarro estava à pinha).


substantivo feminino Conjunto das sementes do pinheiro.
Fruto de certas plantas, especialmente as da família das anonáceas.
Objeto ou ornato semelhante à pinha.


Pinha (ou estróbilo ou ainda cone para os botânicos) é o órgão das plantas da divisão Pinophyta onde se encontram as estruturas reprodutivas.
As pinhas lenhosas que estamos habituados a ver são na verdade flores diferenciadas. Nas Gimnospermas, a pinha é órgão reprodutor onde são formados os micrósporos (Pólen) e os megásporos (célula-mãe do óvulo), diferenciando-se em espécie por tamanho, que no caso de estróbilo feminino são maiores em relação aos estróbilos masculinos. É errado, porém, afirmar que a pinha é o fruto, já que essa espécie de vegetal produz sementes “nuas” (Gymnos = nu; sperma = semente), não protegidas por fruto, característica essa típica das Gimnospermas, os pinhões.Tal como nas restantes espermatófitas, os estróbilos são ramos modificados, em cujas folhas se diferenciaram em órgãos reprodutores. Neste caso, ao contrário das flores das angiospérmicas, não se encontram estames ou carpelos, mas apenas escamas organizadas em hélice à volta do eixo. As escamas ou folhas masculinas, que produzem o pólen chamam-se microsporófilos e as femininas, que produzem os óvulos, chamam-se megasporófilos.
O cone masculino ou microstróbilo tem uma estrutura semelhante em todas as coníferas, diferindo apenas na organização das escamas. Na página abaxial de cada microsporófilo encontram-se um ou vários microsporângios, que são os equivalentes às anteras das plantas que produzem flores, onde se forma o pólen.
O feminino – o megastróbilo – que produz os óvulos que, depois de fertilizadas se tornarão sementes, apresenta formas diferentes nas várias famílias de coníferas.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.