O que é pneumonia

pneumonia | s. f.
pneu·mo·ni·a
(grego pneumonía, -as )
substantivo feminino

1. [Medicina]   [Medicina]   Inflamação do pulmão por germes infecciosos, geralmente produzida por um micróbio específico, o pneumococo. = PULMONIA

pneumonia atípica grave • [Medicina]   • [Medicina]   Doença infecciosa grave que atinge os pulmões, causada por um coronavírus, cujos sintomas podem incluir febre alta, tosse, falta de ar, entre outros, e que pode assumir características epidémicas . = SÍNDROME RESPIRATÓRIA AGUDA GRAVE


substantivo feminino [Medicina] Inflamação dos pulmões, ocasionada pela ação de bactéria(s) ou vírus; pneumonite.
Etimologia (origem da palavra pneumonia). Do grego pneumonía.as/ pelo latim pneumonia.


Pneumonia é uma inflamação dos pulmões que afeta sobretudo os pequenos sacos aéreos denominados alvéolos pulmonares. Os sintomas mais comuns são tosse seca ou produtiva, dor no peito, febre e dificuldade em respirar, com dor aguda durante inspirações profundas. A gravidade dos sintomas é variável. A pneumonia pode ser classificada em hospitalar ou comunitária, em função do local onde foi adquirida.A pneumonia geralmente tem origem numa infeção do trato respiratório superior que se desloca para o trato inferior. A causa é geralmente uma infeção com vírus ou bactérias. Entre outras possíveis causas, menos comuns, estão fungos e parasitas, e causas não infecciosas como alguns medicamentos e doenças autoimunes. Entre os fatores de risco estão outras doenças pulmonares como a fibrose cística, doença pulmonar obstrutiva crónica e asma, diabetes, insuficiência cardíaca, antecedentes de tabagismo, sistema imunitário debilitado ou comprometimento da capacidade de tossir, como acontece na sequência de um acidente vascular cerebral. O diagnóstico é suspeito com base nos sintomas e num exame físico, podendo ser confirmado por radiografia torácica, análises ao sangue ou cultura microbiológica do muco.Estão disponíveis vacinas para prevenir alguns tipos de pneumonia, como a vacina contra pneumococo. Entre outros métodos de prevenção estão lavar as mãos com frequência e não fumar. O tratamento depende da causa subjacente. A pneumonia bacteriana é tratada com antibióticos. Na maior parte dos casos, antibióticos por via oral, repouso, analgésicos simples e ingestão de líquidos são geralmente suficientes para a resolução completa da doença. No entanto, os casos graves de pneumonia geralmente requerem hospitalização. Quando os níveis de oxigénio são baixos pode ser necessária oxigenoterapia.A pneumonia afeta todos os anos 450 milhões de pessoas em todo o mundo (7% da população) e é a causa de 4 milhões de mortes anuais. No início do século XX a pneumonia era uma das principais causas de morte e invalidez, com taxas de mortalidade próximas dos 30%. Com a introdução de antibióticos e vacinas, a mortalidade em países desenvolvidos diminuiu acentuadamente. No entanto, em países em vias de desenvolvimento e entre pessoas de idade avançada, recém-nascidos e em doentes crónicos, a pneumonia continua a ser uma das principais causas de morte.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *