O que é pupila

pupila | s. f. 3ª pess. sing. pres. ind. de pupilar
pu·pi·la
(latim pupilla, -ae, menina, orfã, menina-do-olho )
nome feminino

1. Órfã que está sob a direcção de um tutor.

2. Mulher que se prepara para professar uma religião. = NOVIÇA

3. Colegial interna.

4. [Anatomia]   [Anatomia]   Abertura no centro da íris que, através de contracção ou dilatação, permite controlar a entrada de luz. = MENINA-DO-OLHO
pu·pi·lar pu·pi·lar
adjectivo de dois géneros adjetivo de dois géneros

1. Relativo ou pertencente a pupilo ou pupila.

2. [Anatomia]   [Anatomia]   Pertencente ou relativo à pupila do olho.verbo intransitivo

3. Gritar (o pavão).


substantivo feminino Orifício central da íris, comumente conhecido como o círculo negro do centro do olho, que regula a quantidade de luz que entra nos olhos.
Aluna ou discípula; aquela que irá receber ensinamentos ou educação.
Protegida; aquela que está sob a tutela de alguém.
Noviça; mulher jovem que está prestes a fazer seus votos num convento.
Etimologia (origem da palavra pupila). Do latim pupilla.ae.


Pupila (termo oriundo do latim, pupilla – menininha), ou Menina dos olhos, é a parte do olho, como um orifício de diâmetro regulável, que está situada entre a córnea e o cristalino, e no centro da íris, responsável pela passagem da luz do meio exterior até os órgãos sensoriais da retina. Localiza-se na parte média do olho, ou úvea e tem por função regular a quantidade de luz que passa para a retina.
A pupila é um orifício que regula a entrada de luz. Por ser um orifício, não tem cor, mas a sua aparência é preta, pois não há iluminação na parte interna dos olhos.
A íris possui músculos que podem se contrair ou relaxar, diminuindo ou aumentando o tamanho da pupila de acordo com a iluminação do ambiente. Dessa forma, a íris regula automaticamente a intensidade de luz que entra no olho.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *