dióxido de carbono

A palavra dióxido de carbono possui uma classificação gramatical sendo um substantivo masculino. Referida palavra possui 16 letras, dentre elas vogais e consoantes. As vogais são: i o a já as consoantes são: d x c r b n. Por outro lado, dita palavra pode ser escrita de outro modo, ou seja, ao contrário, ficando assim: onobrac ed odixóid. Referida palavra refere-se a um gás que encontramos na natureza.Significado de dióxido de carbono

O dióxido de carbono, também conhecido como o dióxido de carbono (IV), é um gás cujas moléculas são compostas por dois átomos de oxigênio e um átomo de carbono. A sua fórmula molecular é CO2. É uma molécula linear e não polar, apesar de ter ligações polares. Isto é porque, dada a hibridação de carbono, a molécula tem uma geometria linear e simétrica. A representação por estrutura de Lewis é: O = C = O.

Além disso, como parte do ciclo de carbono, as plantas, algas e ciano bactérias utilizam a luz e a energia do sol para fazer fotossíntese através dos carboidratos de dióxido de carbono e a água, que são expelidas pelo oxigênio como um desperdício de reação. No entanto, as plantas não podem fazer fotossíntese à noite ou na escuridão, emitindo uma quantidade menor de dióxido de carbono devido à respiração celular. Não só as plantas, mas a maioria dos organismos na Terra respiram e expulsam o dióxido de carbono como resíduos metabólicos, incluindo os seres humanos. O dióxido de carbono também é produzido pela combustão do carvão e hidrocarbonetos, e é emitida por vulcões, gêiseres e fontes vulcânicas.

Os efeitos ambientais do dióxido de carbono atmosférico gera interesse crescente. Existe atualmente uma forte de controvérsia de aquecimento global e a relação que tem com CO2 é muito grande. Por ele ser um gás importante que regula o aquecimento global da superfície da terra, além de ser a primeira fonte de carbono para a vida na Terra, sua concentração na atmosfera tem permanecido constante desde o final do pré-cambriano com a Revolução Industrial, mas devido ao crescimento excessivo da queima de combustíveis fósseis está aumentando a concentração, aumentando o aquecimento global e causando mudanças climáticas antropogênicas.

No entanto, os adversários desta teoria baseia-se na falta de evidência científica significativa para apoiar o argumento de que o dióxido de carbono é a principal causa do aquecimento global, ou mesmo ter qualquer ligação com ele.

O dióxido de carbono era um dos primeiros gases para ser descrito como uma substância que não seja o ar. No século XVII, o químico flamengo Jan Baptista van Helmont observou-se que quando o carvão é queimado em um recipiente fechado, a massa resulta das cinzas do carvão original. Sua interpretação era que o carvão havia sido transformado em uma substância invisível que chamou-a de “gás” ou “espírito selvagem” (spiritus sylvestre).

As propriedades de dióxido de carbono foram estudadas em maior detalhe em 1750 pelo médico escocês Joseph Black, que descobriu que o calcário (carbonato de cálcio) quando aquecido ou tratado com outros ácidos produzem um gás chamado “ar fixo”. Ele observou, ainda, que esse ar fixo era mais denso do que o ar normal, por fim, mais bem aproveitado.Sinônimos de dióxido de carbono

São sinônimos de dióxido de carbono as seguintes palavras: gás, tóxicoAntônimos de dióxido de carbono

São antônimos de dióxido de carbono as seguintes palavras: não tóxicoExemplos de usos e frases

O dióxido de carbono é um grande problema na acidose metabólica, ou seja, um acúmulo de CO2.

Com um aumento dióxido de carbono na circulação sanguínea, o paciente entrou em insuficiência renal.

O dióxido de carbono é um gás altamente tóxico que é estudado a anos para saber qual é a seu real malefício aos órgãos vitais.



Deixe um comentário