drible

drible | s. m. 1ª pess. sing. pres. conj. de driblar 3ª pess. sing. imp. de driblar 3ª pess. sing. pres. conj. de driblar
dri·ble
(derivação regressiva de driblar )
nome masculino

1. Acto ou efeito de driblar.

2. [Desporto]   [Esporte]   Movimento que se faz para enganar o adversário ou esquivar-se a ele, geralmente fingindo avançar por um lado, para seguir pelo outro. = FINTA
dri·blar dri·blar – Conjugar
(inglês [to] dribble + -ar )
verbo transitivo e intransitivo

1. [Desporto]   [Esporte]   Conduzir a bola, esquivando-se ao adversário (ex.: dribla dois defesas e remata; ainda driblou, mas depois perdeu a bola). = FINTAR

2. [Desporto]   [Esporte]   Dar toques sucessivos na bola, batendo-a para o chão (ex.: driblar a bola; driblou antes de encestar). [Equivalente no português do Brasil: quicar.]verbo transitivo

3. Ultrapassar ou evitar algo ou alguém (ex.: esteve muito mal, mas conseguiu driblar a doença). = FINTAR


substantivo masculino Ato ou efeito de driblar, de fazer fintas com a bola ou com o corpo, buscando enganar o atleta adversário; finta: deu um drible no goleiro e marcou o gol.
[Figurado] Ato de ultrapassar uma dificuldade, um obstáculo; ultrapassar: deu um drible nos problemas e seguiu em frente.
[Figurado] Ação de enganar, de fazer com que alguém seja enganado.
[Figurado] Ato de se afastar de algo ou de alguém.
Etimologia (origem da palavra drible). Do inglês dribble.


Em esportes tais como futebol, hóquei, ou polo aquático, drible é a ação de desvencilhar-se do adversário gingando o corpo enquanto se controla a bola com os pés (futebol), stique (hóquei) ou braços (polo aquático).
Diferente de outros esportes, no basquetebol drible é o ato de bater a bola no solo com uma das mãos de cada vez. É um fundamento utilizado para que o jogador possa se deslocar em quadra, de posse da bola, sem cometer a infração da “andada”, com os objetivos de ir à cesta, se livrar de um adversário, ou efetuar uma manobra tática.




Deixe um comentário