galinhola




galinhola | s. f.
ga·li·nho·la |ó| ga·li·nho·la |ó|
(galinha + -ola )
nome feminino

1. Galinha pequena.

2. [Ornitologia]   [Ornitologia]   Ave pernalta (Scolopax rusticola) da família dos escolopacídeos, de bico direito e comprido.

3. [Brasil]   [Brasil]   [Ornitologia]   [Ornitologia]   Ave galinácea (Numida meleagris) de plumagem cinzenta com pontos brancos e cabeça colorida com crista óssea dorsal, originária do continente africano. = GALINHA-D’ANGOLA


substantivo feminino Ave aquática que vive na América e na Europa.
Na Grã-Bretanha, a galinhola comum da Europa é chamada galinha d`água e galinha dos pântanos. A galinha-da-flórida, cujo território se estende dos E.U.A. até o Canadá, tem cor de fuligem ou preta. Tem a testa coberta por uma placa vermelha semelhante a um escudo, e o seu bico também é vermelho. A galinhola-púrpura vive do sul dos E.U.A. até a América do Sul.


A galinhola (Scolopax rusticola) é uma ave caradriforme, da família Scolopacidae, tal como os maçaricos.
Aprecia os lodaçais à beira-mar, é uma ave solitária. Com seu bico reto e comprido, revira o lodo à procura dos pequenos invertebrados dos quais se alimenta (moluscos e vermes). A fêmea põe de três a cinco ovos que devem ser chocados de 18 a 32 dias. Os filhotes deixam o ninho após a sua eclosão.
Em algumas regiões no Brasil, o termo “galinhola” pode ser usado para designar a galinha-d’angola (Numida meleagris).