garganta




garganta | s. f.
gar·gan·ta
(origem duvidosa )
substantivo feminino

1. [Anatomia]   [Anatomia]   Parte situada entre o esófago e a boca.

2. [Anatomia]   [Anatomia]   Parte anterior do pescoço.

3. Órgão que produz a voz.

4. [Figurado]   [Figurado]   Voz de cantor.

5. Acto ou dito de quem exibe feitos inventados ou exagerados. = BAZÓFIA, FANFARRONICE, GABAROLICE

6. Abertura estreita.

7. [Geografia]   [Geografia]   Passagem estreita e profunda entre montanhas; vale muito encaixado. = CANHÃO, DESFILADEIRO, ESTREITO

8. Boca de poço.

9. Parte superior de um candeeiro, da lanterna, etc.

10. [Agricultura]   [Agricultura]   Parte do timão do arado que se fixa ao dente pela teiró e cunha.

11. [Agricultura]   [Agricultura]   Gomo situado perto do olho (da cana-de-açúcar) que cresceu pouco antes da maturação e ainda está verde.

molhar a garganta • [Informal]   • [Informal]   Tomar uma pequena porção de bebida, geralmente alcoólica. = MOLHAR A GOELA, MOLHAR O BICO


substantivo feminino Conjunto de órgãos localizados no pescoço, adiante da coluna vertebral.
As partes que a compõem são importantes para as funções da respiração e deglutição. Na garganta se incluem a faringe, a laringe, parte do esôfago e da traquéia. Quando qualquer dessas partes inflama, o indivíduo sente dor de garganta.


Na anatomia, a garganta é a parte do pescoço anterior à coluna vertebral. Ela é formada pela faringe e laringe. Uma estrutura importante da garganta é a epiglote, que separa o esôfago da traqueia e previne a inalação de alimentos ou bebidas.