O que é estado laico?

A palavra estado laico possui uma classificação gramatical como sendo um substantivo masculino. Ademais, referida palavra possui 11 letras, dentre elas vogais e consoantes. As vogais são: e, a, o, i, já as consoantes são: s, t, d, l, c. Por outro lado, dita palavra pode ser escrita de outro modo, ou seja, ao contrário, ficando assim: ocial odatse. Além disso, dita palavra é classificada como um dispositivo legal de separação do Estado.Significado de estado laico

A laicidade do Estado e das suas instituições é, sobretudo, um princípio da harmonia entre todos os seres humanos com base no que os une, e não o que os separa. Este princípio é feito através de dispositivos legais de separação do Estado e os diferentes religiosos, agnósticos ou ateus de instituições e neutralidade do Estado em relação às diferentes opções de consciência individual. O secularismo, nesse âmbito, pode ser definido como um sistema social de convivência, cujas instituições políticas são legitimadas pela soberania popular e não por elementos religiosos. Se o secularismo significa o estado ideal de emancipação mútuo de instituições religiosas e do estado, ele evoca o movimento histórico de emancipação a fim de reivindicar isso. O secularismo procura uma ordem política ao serviço dos cidadãos, na sua capacidade como tal e não a sua étnica, nacional, religiosa.

O termo estado laico vem da palavra grega laos, que significa que as pessoas entendidas como uma unidade indivisível seja a última referência de todas as decisões tomadas para o bem comum. O estado recolhe o ideal universalista da organização da cidade e o dispositivo legal que foi fundado e é executada na base. Para Henri Peña-Ruiz o estado laico é a palavra para se referir ao ideal de emancipação da esfera pública com relação a qualquer poder religioso ou, num sentido mais amplo de todas as enfermarias do Estado que, por ser democrático, o deve ser é de todos e não apenas alguns. Além disso, tal ordem assenta em três pilares: a liberdade de consciência, o que significa que a religião é livre, mas requer apenas cristãos, e que o ateísmo é livre, mas apenas se compromete aos ateus; igualdade de direitos, o que impede quaisquer privilégios públicos da religião ou o ateísmo; e a universalidade da ação pública, isto é, sem qualquer tipo de discriminação. Esses são os três requisitos inseparáveis da laicidade segundo Henri Peña-Ruiz

Da Carta Programática da Europa é possível extrair um acordo com os seus princípios e objetivos, a Associação” Secular da Europa “defende a laicidade, entendida como o estabelecimento do ideal jurídico, político e social para o desenvolvimento pleno da liberdade de consciência, a base do Direitos humanos.

Já no Brasil, essa parceria é definida como secular, ou seja, a defesa do secularismo do pluralismo ideológico em pé de igualdade como uma regra básica do Estado de Direito e do estabelecimento de um quadro jurídico adequado e eficaz que garante e protege contra qualquer interferência de instituições religiosas que envolva vantagens ou privilégios “. A. Comte-Sponville diz em seu Dicionário Filosófico: “O estado laico permite-nos viver juntos, apesar de nossas diferenças de opinião e crença. Por isso é bom. Por isso é necessário. É o oposto da religião. Trata-se, inseparavelmente, do oposto do clericalismo (que se submeteria o Estado à Igreja) e o totalitarismo (que procuram apresentar as igrejas para o estado) “.Sinônimos de estado laico

São sinônimos de estado laico as seguintes palavras: mulher de 30 anosAntônimos de estado laico

São antônimos de estado laico as seguintes palavras:Exemplos de usos e frases

O estado laico permite-nos viver juntos, apesar de nossas diferenças de opinião e crença.

O termo estado laico vem da palavra grega Laos.

O estado laico procura uma ordem política ao serviço dos cidadãos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *