gravidade

gravidade | s. f. | s. f. pl.
gra·vi·da·de
substantivo feminino

1. Peso.

2. Qualidade de grave.

3. [Figurado]   [Figurado]   Circunspecção , dignidade.

4. Importância.

5. Intensidade.

6. [Física]   [Física]   Propriedade atractiva exercida pela Terra sobre os corpos.
gravidadessubstantivo feminino plural

7. [Regionalismo]   [Regionalismo]   Enfeites ou ornamentos de vestuário.

centro de gravidade • Ponto em que se concentra o peso dos corpos.


substantivo feminino Gravidade terrestre; força de atração que faz com que os corpos não flutuem no espaço: as maçãs caem das árvores por ação da gravidade.
[Física] Força de atração que, exercida pelo planeta Terra, atua sobre qualquer corpo que se encontre em seu interior, perto ou próximo a ela.
[Física] Força de atração recíproca observada entre os corpos, sendo originada da gravitação (efeito da estrutura geométrica do espaço-tempo).
Seriedade; que tende a se desenvolver de modo desastroso; cujas consequências são graves, funestas: a gravidade da Dengue.
Austeridade; aparência sisuda, austera, circunspecta: a gravidade com que disse sua crítica.
[Jurídico] Todo tipo de dano, prejuízo ou injúria que alguém possa ter sofrido.
[Música] Característica ou condição do que é grave, especialmente do som grave: gravidade dos tons.
Etimologia (origem da palavra gravidade). Do latim gravitas.atis.


A gravidade é uma das quatro forças fundamentais da natureza, em conjunto com o eletromagnetismo, a força fraca e a força forte. Na física moderna, a descrição mais precisa da gravidade é dada pela teoria geral da relatividade de Einstein, segundo a qual o fenómeno é uma consequência da curvatura espaço-tempo que regula o movimento de objetos inertes. A clássica lei da gravitação universal de Newton postula que a força da gravidade é diretamente proporcional às massas dos corpos em interação e inversamente proporcional ao quadrado da distância entre eles. Esta descrição oferece uma aproximação precisa para a maioria das situações físicas, entre as quais os cálculos de trajetória espacial.Do ponto de vista prático, a atração gravitacional da Terra confere peso aos objetos e faz com que caiam ao chão quando são soltos (como a atração é mútua, a Terra também se move em direção aos objetos, mas apenas por uma ínfima fração).Do ponto de vista cosmológico, a gravidade faz com que a matéria dispersa se aglutine, e que essa matéria aglutinada se mantenha intacta, permitindo dessa forma a existência de planetas, estrelas, galáxias e a maior parte dos objetos macroscópicos no universo. A gravidade é ainda responsável por manter a Terra e os demais planetas e satélites em suas respectivas órbitas, pela formação das marés pela convecção natural, por aquecer o interior de estrelas e planetas em formação e por vários outros fenómenos na Terra e no universo.


Deixe um comentário