imagem

imagem | s. f.
i·ma·gem
(latim imago, -inis, representação, forma, imitação, aparência )
nome feminino

1. Representação de pessoa ou coisa.

2. Figura ou efígie de um santo, da Virgem ou de Cristo.

3. Semelhança.

4. Representação (no espírito) de uma ideia .

5. [Informal]   [Informal]   Pessoa formosa.

6. [Gramática]   [Gramática]   Metáfora.

imagem ética • A que mostra ao vivo os costumes, índole e natureza das coisas.

imagem latente • [Fotografia]   • [Fotografia]   Conjunto dos pontos de uma emulsão fotográfica que darão a imagem após a revelação.

imagem matricial • Imagem (por exemplo, uma fotografia digital) composta por uma grelha de pontos coloridos, os píxeis.

imagem vectorial • Imagem digital formada por um conjunto de elementos geométricos individuais como pontos, linhas, curvas, elipses, formas ou polígonos, baseados em vectores matemáticos.

imagens eidéticas • [Psicologia]   • [Psicologia]   Espécie de imagens visuais de particular nitidez e quase alucinatórias, em geral na criança.


substantivo feminino Representação de uma pessoa ou uma coisa pela pintura, escultura, desenho etc.; imitação, cópia.
Pequena estampa que representa um assunto religioso ou qualquer outro.
Reprodução visual de um objeto dada por um espelho, um instrumento de óptica.
[Figurado] Parecença, semelhança: o homem foi feito à imagem de Deus.
[Figurado] Representação das pessoas, dos objetos no espírito: a imagem dela me persegue.
[Literatura] Processo pelo qual se tornam mais vivas as ideias, emprestando ao objeto uma forma mais sensível: há belas imagens neste poema.
Representação por imagem, escultura, quadro etc.: a imagem de Santa Rita.
[Figurado] O que traz consigo um conceito simbólico de: esta frase é a imagem do fascismo.
Ideia que alguém tem de um produto, conceito etc., em relação a seu público-alvo: a imagem do cliente que pretende alcançar.
[Ótica] Reprodução de um objeto que, pela junção dos raios luminosos emanados por ele, ocorre depois de passar por um sistema óptico.
[Psicologia] Experiência sensorial que se pode invocar na ausência de um estímulo.
[Psicologia] Representação mental de um conceito, ideia, algo que está no âmbito do abstrato.
[Matemática] Na aplicação do conjunto C ao conjunto D, o elemento de C que corresponde a um elemento dado de D.
Etimologia (origem da palavra imagem). Do latim imago.ginis.


Imagem (do latim: imago) significa a representação visual de uma pessoa ou de um objeto. Em grego antigo corresponde ao termo eidos, raiz etimológica do termo idea ou eidea, cujo conceito foi desenvolvido por Platão. A teoria de Platão, o idealismo, considerava a ideia da coisa, a sua imagem, como sendo uma projeção da mente. Aristóteles, pelo contrário, considerava a imagem como sendo uma aquisição pelos sentidos, a representação mental de um objeto real, fundando a teoria do realismo. A controvérsia estava lançada e chegaria aos nossos dias, mantendo-se viva em praticamente todos os domínios do conhecimento.
Em senso comum, envolve tanto o conceito de imagem adquirida como a gerada pelo ser humano, em muitos domínios, quer na criação pela arte, quer como simples registro foto-mecânico, na pintura, no desenho, na gravura, em qualquer forma visual de expressão da ideia.
Nas ciências exatas, como a matemática, o termo “imagem” é entendido como representação de um objeto especializado, que exige técnicas e ferramentas especiais.
Em senso comum, hoje em dia, entre outras, imagens são as veiculadas pelos anúncios publicitários impressos em páginas de revistas ou expostos nas paredes de edifícios; os cartazes afixados em muros e murais; a própria arquitetura dos edifícios e das obras de engenharia; os utensílios domésticos e todas as ferramentas; as vestimentas; os veículos de transporte; as representações sagradas; todo material impresso e finalmente toda exibição em telas de cinema e de televisão.




Deixe um comentário