interdito

interdito | adj. | s. m. masc. sing. part. pass. de interdizer 1ª pess. sing. pres. ind. de interditar
in·ter·di·to
(latim interdictum, -i, proibição, do latim interdictus, -a, -um, particípio passado de interdico, -ere, proibir, interdizer )
adjectivo adjetivo

1. Proibido, inibido, impedido.

2. [Direito]   [Direito]   Que tem interdição.

3. [Religião católica]   [Religião católica]   Que não pode exercer o culto.

4. Em que se não pode oficiar.nome masculino

5. Proibição legal.

6. Aquele que foi privado judicialmente de reger sua pessoa e bens.

7. [Religião católica]   [Religião católica]   Pena que inibe a celebração dos ofícios.
in·ter·di·zer |ê| in·ter·di·zer |ê| – Conjugar
(latim interdico, -ere, proibir )
verbo transitivo

1. Pôr interdito a.

2. Declarar interdito a.
in·ter·di·tar in·ter·di·tar – Conjugar
(latim interdictus, -a, -um, particípio passado de interdico, -ere, proibir, interdizer + -ar )
verbo transitivo

1. Tornar interdito.

2. Pronunciar interdição contra.


substantivo masculino Proibição, interdição.
Sentença que proíbe a um clérigo o exercício das funções de sua ordem, ou lhe suspende o exercício do culto num determinado lugar.
Etnogr. Rito negativo pelo qual alguém se deve abster de um ato por força de razões religiosas.
Lançar o interdito sobre, proibir de maneira absoluta (no sentido próprio e figurado).


Na lei canônica católica, um Interdito é uma censura eclesiástica, mais especificamente uma proibição que atinge certas pessoas ou grupos da Igreja tornando-se incapazes de participar de certos ritos, também pode significar que os ritos (sacramentos, missas etc.) e serviços eclesiásticos da igreja são banidos em certos territórios por um tempo limitado ou prolongado.


Deixe um comentário