juiz

juiz | s. m.
ju·iz
(latim judex, -icis )
nome masculino

1. Magistrado que administra justiça.

2. Pessoa que julga. = JULGADOR

3. Árbitro.

4. Presidente (de irmandade, confraria, festa, torneio, etc.).

5. Nome dos magistrados que governaram os judeus antes da monarquia.

juiz da inconfidência • [Antigo]   • [Antigo]   O que julgava os crimes de alta traição.

juiz de Direito • Magistrado que julga em cada comarca, segundo a prova dos autos.

juiz de facto • [Direito]   • [Direito]   Cada um dos cidadãos escolhidos para constituir um tribunal de júri. = JURADO

juiz de fora • [Antigo]   • [Antigo]   Juiz de Direito.

juiz de instrução criminal • O que prepara os processos-crime para entregar os réus ao poder judicial .

juiz de linha • [Desporto]   • [Esporte]   Indivíduo que, nos jogos de futebol, deve acenar com uma bandeira pequena ao árbitro principal em caso de saída de campo da bola, fora-de-jogo , falta, etc. = ÁRBITRO ASSISTENTE, ÁRBITRO AUXILIAR, BANDEIRINHA, FISCAL DE LINHA

juiz de paz • Cidadão que preside a juízos conciliadores, a arrolamentos, etc.

juiz presidente • Magistrado que preside um colectivo de juízes.

juiz relator • O que tem de fazer o relatório do processo que lhe é distribuído, fundamentando o seu voto.Feminino: juíza. Plural: juízes. Feminino: juíza. Plural: juízes.
Ver também dúvida linguística: juiz / juíza.


substantivo masculino Funcionário público que tem por função ministrar a Justiça.
Pessoa que serve de árbitro em alguma pendência ou competição.
Aquele que pode ou sabe julgar e avaliar.
[Esporte] Indivíduo que, numa competição ou jogo, é responsável por garantir que as regras sejam cumpridas; árbitro.
Membro de um juri (comissão que analisa e julga questões judiciais).
[História] Chefe supremo dos hebreus até a instituição da realeza.
expressão Juiz de direito ou juiz togado. Magistrado que julga, em uma comarca, segundo as provas nos autos.
Juiz de paz. Antigo magistrado eletivo a quem competia o julgamento das causas de pequena relevância, desavenças, cobranças de pequeno valor, realização de casamento, da alçada de um juízo de paz ou juízo conciliatório.
Juiz de fora. Antigo magistrado no período colonial, atualmente o juiz de direito.
Etimologia (origem da palavra juiz). Do latim judex.icis.


O juiz (do latim iudex, “juiz”, “aquele que julga”, de ius, “direito” / “lei”, e dicere, “dizer”) é um cidadão investido de autoridade pública com o poder-dever para exercer a atividade jurisdicional, julgando, em regra, os conflitos de interesse que são submetidas à sua apreciação. Vale ressaltar que nem sempre há conflito de interesses (pretensão resistida) a ser apreciada, como é o caso de homologação de acordo, ação de oferecimento de alimentos, ação de divórcio consensual , sendo a autoridade máxima dentro do tribunal.
O juiz é, em diversos países, membro do Poder Judiciário, de um modo geral, e, na qualidade de administrador da justiça do Estado, é responsável por declarar e ordenar o que for necessário para julgar procedente ou não a pretensão da parte, a quem entende fazer jus ao direito pleiteado.No Brasil, o dia do juiz é comemorado em 11 de agosto, mesmo dia em que se comemora o dia do advogado. Existem datas específicas para juiz de menores (3 de janeiro) e para juiz do trabalho (26 de abril).


Deixe um comentário