julgamento

julgamento | s. m. derivação masc. sing. de julgar
jul·ga·men·to
substantivo masculino

1. Acto de julgar.

2. Sentença.

3. Audiência.

4. Apreciação, exame.
jul·gar jul·gar – Conjugar
verbo transitivo

1. Proceder ao exame da causa de.

2. Decidir (como juiz, árbitro, etc.).

3. Sentenciar.

4. Formar juízo acerca de.

5. Imaginar.

6. Crer, supor.

7. Ter na conta de.verbo intransitivo

8. Pronunciar sentença.

9. Formar conceito.verbo pronominal

10. Ser juiz de si mesmo; avaliar-se; crer-se.


substantivo masculino Ato ou efeito de julgar; opinião, juízo, apreciação: submeto-me ao seu julgamento.
[Jurídico] Sentença emanada de um tribunal ou juiz; decisão judicial: pronunciar um julgamento.
[Jurídico] Sessão em que se faz a apreciação de um crime; sessão de julgamento ou audiência: o réu espera pelo dia do seu julgamento.
Julgamento à revelia. O pronunciado contra uma parte que não se apresentou nem se fez representar na audiência própria.
Etimologia (origem da palavra julgamento). Julgar + mento.


O termo julgamento geralmente se refere a uma avaliação que considera uma série de fatores ou provas para a formação de uma decisão embasada. Esse termo possui diversas acepções, como a psicológica, que é usada em referência à qualidade das capacidades cognitivas e adjudicação de particulares, normalmente chamado sabedoria ou discernimento (por exemplo: um julgamento de uma exposição como miss, gado, cavalo, cães, etc.); a religiosa, que é utilizada no conceito de salvação para se referir ao julgamento decisivo de Deus na causa com recompensa ou punição para cada ser humano; e por fim, a mais conhecida, jurídica, que geralmente se refere a uma decisão justificada proferida pelo juiz.




Deixe um comentário