lhama

A palavra lhama possui uma classificação gramatical sendo um substantivo de dois gêneros. Referida palavra possui 05 letras, dentre elas vogais e consoantes. As vogais são: a já as consoantes são: l h m. Por outro lado, dita palavra pode ser escrita de outro modo, ou seja, ao contrário, ficando assim: amahl. Além disso, referida palavra faz designação de um mamífero das cordilheiras dos Andes que é ruminante.Significado de lhama

A palavra lhama é considerada como um Altiplano dos Andes do Peru, Bolívia, Argentina, Equador e Chile também muito encontrado no Brasil. Da família dos Camelidae artiodactyl, dita animal é considerado como um mamífero que foi criado pelos povos andinos nativos por meio da seleção artificial de guanaco selvagem que foram domesticados, o qual, por conseguinte, o derivou do nome existente hoje. Estudos recentes de DNA, diz se que isso aconteceu, em princípio, de forma independente no tempo e no espaço, em áreas do sul do Peru, norte do Chile, norte da Argentina e da Bolívia ocidental. Além disso, foi maximizada pelo império Inca que foi usado como um animal para o sacrifício, carne e lã, e foi aproveitado como um animal de carga (aquele antes da chegada dos espanhóis na América, quando na verdade os animais utilizados eram os cães inuit).

Por outro lado, a lhama pela taxonomia também é conhecida como uma subespécie do guanaco. As espécies consideradas inteiras e puras sãs as que segue:

Lama glama cacsilensis – guanaco peruano do norte; Ele é considerado, juntamente com o próximo, às vezes como própria espécie: Lama guanicoe.

Glama guanicoe – Guanaco do sul.

Glama glama – chamada de a única casa dos três).

No mesmo sentido, a cama é um híbrido entre uma lhama e um camelo, mostrando a proximidade genética entre as duas tribos na subfamília dos camelinae. A importância econômica da lhama é vista desde os tempos das ruínas de Quilmes, em Tucumán. Antes da presença espanhola, as lhamas estavam representadas na cerâmica Moche (200-600 dC). Ademais, foram os únicos animais domésticos com cascos do Império Inca. Eles foram apreciados não apenas como animais de carga, mas também para a carne e lã. Até a chegada dos espanhóis, as lhamas foram usados ​​no lugar do cavalo, boi, cabra e ovelha, animais com origem no Velho Mundo, mas a sua pouca eficiência o fez tornar mais rapidamente deslocada para o fundo, ou seja, ninguém queria comprá-lo.

Finalmente, eles foram usados ​​por todos os povos andinos do sul da Colômbia para o arquipélago de Chiloé, no sul do Chile. Sua população antes da conquista era estimado em trinta cinquenta milhões de animais, sendo que essa localidade foi a principal dessas tribos e nações que apreciavam a grande consideração em contraste com os guanacos e alpacas, já na localidade de Vicuna a caça destes foi proibida nos termos punidos com pena de morte na ordem de Sapa Inca. Em comparação, Fernand Braudel considerou que, na segunda metade do século XVIII na Europa era de apenas trinta e oito milhões de animais de trabalho, um para cada quatro habitantes. Depois de conquistar sua população, as lhamas diminuíram drasticamente, como a indígena, onde se ouve a recusa de um quinto da sua população em um século e as lhamas ainda mais, para apenas um décimo da parte. No início do século XXI, existem cerca de sete milhões de lhamas na América do Sul e outras 50-800000 nos Estados Unidos e no Canadá.Sinônimos de lhama

São sinônimos de lhama as seguintes palavras:  lama, alpaca, guanaco.Antônimos de lhama

São antônimos de lhama as seguintes palavras:Exemplos de usos e frases

Fui a um circo e conheci uma lhama das cordilheiras dos Andes e hoje podemos dizer que foi uma grande experiência.

A lhama é um animal de grande importância para regiões frias e também é símbolo daquela região.

A lhama atacou um garoto depois que o mesmo se aproximou tentando alimentá-la.

 

 



Deixe um comentário