livro




livro | s. m. 1ª pess. sing. pres. ind. de livrar
li·vro
(latim liber, libri )
substantivo masculino

1. Conjunto de folhas de papel, em branco, escritas ou impressas, soltas ou cosidas, em brochura ou encadernadas.

2. Obra organizada em páginas, manuscrita, impressa ou digital (ex.: livro escolar, livro infantil, livro técnico).

3. Cada uma das partes de uma obra.

4. O que serve de instrução.

5. Conjunto de mortalhas de cigarros envoltas em capa.

6. [Zoologia]   [Zoologia]   Terceira cavidade do estômago dos ruminantes. = FOLHOSO, OMASO

livro das quarenta folhas • Baralho de cartas.

livro de bolso • Livro de pequeno tamanho ou de tamanho mais pequeno em relação à edição original.

livro de cabeceira • Livro preferido ou de leitura frequente .

livro de ponto • Registo das entradas e saídas dos empregados de uma repartição, fábrica, empresa, etc., ou das actividades lectivas .

livro electrónico • Edição em formato digital do texto de um livro.

livros canónicos • [Religião católica]   • [Religião católica]   Os livros da Bíblia.

ser um livro aberto • Estar à vista de todos, não ter nada a esconder.
li·vrar li·vrar – Conjugar
(latim libero, -are )
verbo transitivo e pronominal

1. Tornar ou ficar livre; dar ou adquirir liberdade. = LIBERTAR

2. Tirar ou tirar-se de um perigo ou de uma opressão. = SALVAR

3. Dar ou conseguir dispensa de um encargo, de um dever ou de uma obrigação. = DESOBRIGAR, ISENTARverbo transitivo

4. [Portugal: Minho]   [Portugal: Minho]   Dar à luz. = PARIR


substantivo masculino Conjunto de folhas impressas e reunidas em volume encadernado ou brochado.
Obra em prosa ou verso, de qualquer extensão, disponibilizada em qualquer meio ou suporte: livro bem escrito; livro eletrônico.
Divisão menor contida numa obra maior: livro dos salmos.
[Literatura] Divisão de uma obra, especialmente de uma epopeia.
Caderno de registro das operações comerciais de; livro-caixa.
[Figurado] Conjunto de saberes, usado como instrução, ou como fonte de ensino: livro de sabedoria.
Etimologia (origem da palavra livro). Do latim liber.bri.


Livro (do latim liber) é um objeto transportável, composto por páginas encadernadas, contendo texto manuscrito ou impresso e/ou imagens e que forma uma publicação unitária (ou foi concebido como tal) ou a parte principal de um trabalho literário, científico ou outro, formando um volume.
Em ciência da informação, o livro é chamado monografia, para distingui-lo de outros tipos de publicações como revistas, periódicos, teses, tesauros, artigos e etc..
O livro é um produto intelectual e, como tal, encerra conhecimento e expressões individuais ou coletivas. Mas também é nos dias de hoje um produto de consumo, um bem. Portanto, a parte final de sua produção é realizada por meios industriais (impressão e distribuição), envolvendo também o design de livros. A tarefa de criar um conteúdo passível de ser transformado em livro é tarefa do autor. Já a produção dos livros, no que concerne a transformar os originais num produto comercializável, é tarefa do editor, em geral contratado por uma editora. A coleta, a organização e a indexação de coleções de livros, por outro lado, é típica do bibliotecário. Finalmente, destaca-se também o livreiro, cuja função principal é disponibilizar os livros editados ao público em geral, vendendo-os nas livrarias generalistas ou de especialidade. Compete também ao livreiro todo o trabalho de pesquisa que vá ao encontro da vontade dos leitores.