lobo

lobo | s. m. lobo | s. m.
lo·bo |ó| lo·bo |ó| 2
(grego lóbos, -oû )
nome masculino

1. [Anatomia]   [Anatomia]   Parte arredondada e saliente de um órgão.

2. [Anatomia]   [Anatomia]   Parte inferior da orelha humana, de tecido mole. = LÓBULO

3. Jogo popular.Plural: lobos |ô|. Plural: lobos |ô|.
lo·bo |ô| lo·bo |ô| 1
(latim lupus, -i )
nome masculino

1. [Zoologia]   [Zoologia]   Mamífero carnívoro (Canis lupus) da família dos canídeos, com pelagem cinzenta amarelada, que vive nas florestas da Europa, da Ásia e da América.

2. Máquina de abrir a lã (nas fábricas de lanifícios).

3. Homem de maus instintos.

comer como um lobo • Comer muito.

lobo do mar • Marinheiro experimentado e valente.

quem não quer ser lobo não lhe veste a pele • Expressão usada para dizer que quem não quer sofrer contrariedades, não se mete em perigos.Plural: lobos |ô|. Plural: lobos |ô|.


substantivo masculino Parte arredondada e saliente de qualquer órgão: os lobos do cérebro.
[Anatomia] Parte inferior, flexível, pendente da orelha; lobo da orelha.
[Odontologia] Uma das principais divisões da coroa do dente.
[Botânica] Porção mais arredondada da folha.
Etimologia (origem da palavra lobo). Talvez do francês lobe, ao grego lobós.
substantivo masculino Mamífero que se alimenta de carne, Canis lupus, que vive em grupos, pode chegar aos dois metros de comprimento, com pelagem cinza.
[Figurado] Aquele que expressa perversidade, maldade.
[Figurado] Pessoa que prefere se esquivar do convívio social.
Etimologia (origem da palavra lobo). Do latim lupus, i.


Lobo-cinzento (nome científico: Canis lupus) é uma espécie de mamífero canídeo do gênero Canis. É um sobrevivente da Era do Gelo, originário do Pleistoceno Superior, cerca de 300 mil anos atrás. É o maior membro remanescente selvagem da família canidae. O sequenciamento de DNA e estudos genéticos reafirmam que o lobo-cinzento é ancestral do cão doméstico (Canis lupus familiaris), contudo alguns aspectos desta afirmação têm sido questionados recentemente. Uma série de outras subespécies do lobo-cinzento foram identificadas, embora o número real de subespécies ainda esteja em discussão. Os lobos-cinzentos são tipicamente predadores ápice nos ecossistemas que ocupam. Embora não sejam tão adaptáveis à presença humana como geralmente ocorre com as demais espécies de canídeos, os lobos se desenvolveram em diversos ambientes, como florestas temperadas, desertos, montanhas, tundras, taigas, campos e até mesmo em algumas áreas urbanas. O lobo-cinzento (Canis lupus), o lobo-vermelho (Canis rufus) e o lobo-etíope (Canis simensis) são as únicas três espécies classificadas como lobos. Os demais lobos correspondem a subespécies derivadas das três espécies citadas anteriormente.




Deixe um comentário