mandioca

mandioca | s. f.
man·di·o·ca |ó| man·di·o·ca |ó|
(tupi mandi’oka )
nome feminino

1. [Botânica]   [Botânica]   Planta arbustiva (Manihot esculenta) da família das euforbiáceas, nativa da América, sobretudo brasileira.

2. Raiz dessa planta usada na alimentação e da qual se extrai uma fécula nutritiva com que se faz a tapioca.

3. [Informal]   [Informal]   Comezaina.

4. Qualquer comida.

5. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   O mesmo que pénis.


substantivo feminino Gênero de plantas euforbiáceas, que compreende arbustos da América, cuja raiz fornece uma fécula nutritiva, de que se faz a tapioca.


Mandioca, macaxeira, aipim, castelinha, uaipi, mandioca-doce, mandioca-mansa, maniva, maniveira, pão-de-pobre, mandioca-brava e mandioca-amarga, são termos brasileiros para designar a espécie Manihot esculenta (sinônimo M. utilissima). Descrita por Crantz, é uma espécie de planta tuberosa da família das Euphorbiaceae. O nome dado ao caule do pé de mandioca é maniva, o qual, cortado em pedaços, é usado no plantio. Trata-se de um arbusto que teria tido sua origem mais remota no oeste do Brasil (sudoeste da Amazônia) e que, antes da chegada dos europeus à América, já estaria disseminado, como cultivo alimentar, até a Mesoamérica (Guatemala, México).
É a terceira maior fonte de carboidratos nos trópicos, depois de arroz e milho, e um dos principais alimentos básicos no mundo em desenvolvimento, existindo na dieta básica de mais de meio bilhão de pessoas. Espalhada para diversas partes do mundo, tem hoje a Nigéria como seu maior produtor.




Deixe um comentário