mosca

mosca | s. f. | s. 2 g.
mos·ca |ô| mos·ca |ô|
(latim musca, -ae )
substantivo feminino

1. [Entomologia]   [Entomologia]   Designação comum a diversos insectos dípteros, de diversas famílias.

2. [Figurado]   [Figurado]   Pessoa importuna ou enfadonha.

3. Sinal preto postiço no rosto.

4. Pinta, sinal.

5. Ponto negro no centro de um alvo. = MUCHE

6. Porção de pêlos isolados abaixo do centro do lábio inferior do homem.

7. Conjunto de pontos fortes com que se remata uma costura.

8. [Viticultura]   [Viticultura]   Vara (de videira) torcida para se atar ao pé da cepa.

9. [Popular]   [Popular]   Dinheiro.

10. [Brasil]   [Brasil]   Pateta, moleirão.substantivo de dois géneros

11. Espião da polícia. = BUFO

andar às moscas • Levar vida ociosa.

cavalo mosca • Cavalo de pequena estatura.

comer mosca • [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   Não perceber. = MOSCAR

• [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   Ser enganado. = MOSCAR

estar às moscas • Estar vazio ou com pouca frequência .

ficar mosca • Ficar furioso, danar-se.

moscas volantes • [Medicina]   • [Medicina]   Perturbação visual em que se observam imagens de pontos, de pequenas manchas ou de filamentos. = MIIODOPSIA, MIODESOPSIA

na mosca • No objectivo certo ou no alvo pretendido (ex.: acertar na mosca).

ouvir (voar) uma mosca • Fazer um silêncio profundo.

papar mosca • [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   O mesmo que comer mosca.

papar moscas • [Portugal, Informal]   • [Portugal, Informal]   Estar boquiaberto, sem fazer nada.Confrontar: mossa.


substantivo feminino Nome dado a muitos insetos da ordem dos dípteros, cujo tipo é a mosca doméstica e cujas espécies são numerosíssimas. (A mosca doméstica é nociva pelos micróbios que transporta nas patas e na tromba; a mosca tsé-tsé transmite a doença do sono; a mosca de bicheira põe nas feridas dos animais ovos que, ao se desenvolverem, dão origem às chamadas bicheiras.).
Pequeno círculo de tafetá preto que as damas colavam no rosto, para efeito de beleza.
Pequeno tufo de pêlos no queixo, abaixo do lábio inferior.
Botão de couro fixado à ponta do florete para torná-lo inofensivo.
[Figurado] Pessoa ou coisa incômoda, teimosa, importuna.
Pontos fortes com que os alfaiates rematam as costuras, que unem entre si duas peças contínuas, para que não se desmanchem facilmente.
[Brasil] Gír. Repetição de um número em jogo de azar.
Círculo preto no centro do alvo.
[Brasil] Fig. Mosca no leite, homem preto vestido de branco.
[Fisiologia] Moscas volantes, diz-se da ilusão de óptica que se acentua depois de ter fitado o olhar num objeto muito luminoso, e que consiste em parecer que passam pelo campo visual certas manchas, filamentos ou pontos diversamente coloridos.
Andar, viver às moscas, não ter em que utilmente empregar o tempo; passar a vida ocioso; estar (um local, um estabelecimento) ao abandono, sem movimento: a repartição andava às moscas.
Comer mosca, deixar-se enganar.
substantivo masculino e feminino [Popular] Indivíduo que faz ponto num botequim e pouco ou nada consome.



Deixe um comentário