multímetro

multímetro

Outras sugestões: gotímetro (norma brasileira) luxímetro (norma brasileira) milímetro (norma europeia, na grafia pós-Acordo Ortográfico e norma brasileira) milímetros (norma europeia, na grafia pós-Acordo Ortográfico e norma brasileira) multicito (norma europeia, na grafia pós-Acordo Ortográfico) multigestor (norma europeia, na grafia pós-Acordo Ortográfico) multilátero (norma europeia, na grafia pós-Acordo Ortográfico) multímetros (norma europeia, na grafia pós-Acordo Ortográfico) multiparto (norma brasileira) pulsímetro (norma brasileira) voltímetro (norma brasileira) voltímetros (norma brasileira)


substantivo masculino Instrumento de provas que mede voltagens e correntes, bem como resistência.
Multímetro analógico, Eletrôn: multímetro cujas medições são mostradas por um ponteiro que se movimenta sobre uma escala graduada.
Multímetro digital, Eletrôn: multímetro cujas medições são mostradas de forma digital, com mais clareza que um multímetro analógico.
Etimologia (origem da palavra multímetro). Multi + metro.


Um multímetro ou multiteste (multimeter ou DMM – digital multi meter em inglês) é um aparelho destinado a medir e avaliar grandezas elétricas. Existem modelos com mostrador analógico (de ponteiro) e modelos com mostrador digital.Utilizado na bancada de trabalho (laboratório) ou em serviços de campo, incorpora diversos instrumentos de medidas elétricas num único aparelho como voltímetro, amperímetro e ohmímetro por padrão e capacímetro, frequencímetro, termômetro entre outros, como opcionais conforme o fabricante do instrumento disponibilizar.
Tem ampla utilização entre os técnicos em eletrônica e eletrotécnica, pois são os instrumentos mais usados na pesquisa de defeitos em aparelhos eletro-eletrônicos devido à sua simplicidade de uso e, normalmente, portabilidade.
Diferentes fabricantes oferecem inúmeras variações de modelos. Oferecem uma grande variedade de precisões (geralmente destaca-se a melhor precisão para medidas em tensão CC), nível de segurança do instrumento, grandezas possíveis de serem medidas, resolução (menor valor capaz de ser mostrado/exibido), conexão ou não com um PC, etc.
Há modelos destinados a uso doméstico (onde o risco de um acidente é menor) e modelos destinados a uso em ambiente industrial (que devido as maiores correntes de curto-circuito apresentam maior risco). A precisão de leitura (exatidão) não é o que diferencia estas duas opções e sim sua construção interna (trilhas do CI mais espaçadas, maior espaçamento entre a placa de CI e a carcaça e maior robustez a transientes nos modelos industriais).


Deixe um comentário