música

música | s. f. fem. sing. de músico musica mú·si·ca
(latim musica, -ae, música, instrução, habilidade )
nome feminino

1. Organização de sons com intenções estéticas, artísticas ou lúdicas, variáveis de acordo com o autor, com a zona geográfica, com a época, etc.

2. Arte e técnica de combinar os sons de forma melodiosa.

3. Composição ou obra musical.

4. Execução de uma peça musical.

5. Conjunto de músicos. = BANDA,FILARMÓNICA , ORQUESTRA

6. Notação ou registo de uma peça musical.

7. Papel ou livro que contém notações musicais. = PARTITURA

8. Sequência de sons cuja cadência ou ritmo lembram uma melodia (ex.: deixou-se dormir com a música do vento).

9. [Informal, Figurado]   [Informal, Figurado]   Choradeira, lamúria.

10. [Informal]   [Informal]   Lábia, manha (ex.: isso é música para conseguir o que quer; não me venham dar música que eu não acredito nessa história).

dar música • [Informal]   • [Informal]   Tentar convencer alguém com conversa lisonjeira.

• [Informal]   • [Informal]   Entreter com conversa.

• [Informal]   • [Informal]   Fazer troça de. = ZOMBAR

música de câmara • [Música]   • [Música]   Música composta para um pequeno número de instrumentos, geralmente executada em espaços pequenos.
Ver também dúvida linguística: feminino de músico.

mú·si·co mú·si·co
(latim musicus, -a, -um, relativo à música, à poesia ou à ciência )
adjectivo adjetivo

1. Relativo à música. = MUSICALnome masculino

2. Indivíduo que sabe tocar um instrumento musical. = INSTRUMENTISTA

3. Membro de uma orquestra ou filarmónica .

4. [Informal]   [Informal]   Indivíduo que tem muita lábia.
Ver também dúvida linguística: feminino de músico.


substantivo feminino Combinação harmoniosa de sons ou combinação de sons para os tornar harmoniosos e expressivos.
Execução de uma composição musical, por diversos meios.
Ação de se expressar através de sons, pautando-se em normas que variam de acordo com a cultura, sociedade etc.
Ato de entender ou de interpretar uma produção musical.
Reunião de quaisquer sons provenientes da voz, de instrumentos, que possuam ritmo, melodia e harmonia.
[Música] Teoria dessa arte; realização prática dessa arte; composição musical.
Conjunto ou corporação de músicos; filarmônica, orquestra.
Particularidade musical; musicalidade: a música de um texto.
[Figurado] Suavidade, doçura: suas palavras são música para o meu ouvido.
Etimologia (origem da palavra música). Do latim musica.ae, pelo grego mousikós.e.on.


A música (do grego μουσική τέχνη – musiké téchne, a arte das musas) é uma forma de arte que se constitui na combinação de vários sons e ritmos, seguindo uma pré-organização ao longo do tempo.É considerada por diversos autores como uma prática cultural e humana. Não se conhece nenhuma civilização ou agrupamento que não possua manifestações musicais próprias. Embora nem sempre seja feita com esse objetivo, a música pode ser considerada como uma forma de arte, considerada por muitos como sua principal função.
A criação, a performance, o significado e até mesmo a definição de música variam de acordo com a cultura e o contexto social. A música vai desde composições fortemente organizadas (e a sua recriação na performance), música improvisada até formas aleatórias. Pode ser dividida em gêneros e subgêneros, contudo as linhas divisórias e as relações entre géneros musicais são muitas vezes sutis, algumas vezes abertas à interpretação individual e ocasionalmente controversas. Dentro das “artes”, a música pode ser classificada como uma arte de representação, uma arte sublime, uma arte de espetáculo.
Para indivíduos de muitas culturas, a música está extremamente ligada à sua vida. A música expandiu-se ao longo dos anos, e atualmente se encontra em diversas utilidades não só como arte, mas também como a militar, educacional ou terapêutica (musicoterapia). Além disso, tem presença central em diversas atividades coletivas, como os rituais religiosos, festas e funerais.
Há evidências de que a música é conhecida e praticada desde a pré-história. Provavelmente a observação dos sons da natureza tenha despertado no homem, através do sentido auditivo, a necessidade ou vontade de uma atividade que se baseasse na organização de sons. Embora nenhum critério científico permita estabelecer seu desenvolvimento de forma precisa, a história da música confunde-se, com a própria história do desenvolvimento da inteligência e da cultura humana.


Deixe um comentário