obra

obra | s. f. 3ª pess. sing. pres. ind. de obrar 2ª pess. sing. imp. de obrar
o·bra
(latim opera, -ae, trabalho manual )
substantivo feminino

1. Produto de um agente.

2. Produção intelectual.

3. Manifestação dos sentimentos.

4. Edifício em construção.

5. Compostura, conserto.

6. Qualquer trabalho.

7. [Informal]   [Informal]   Tarefa ou empresa difícil e custosa (ex.: acabar isto foi obra!).

8. [Popular]   [Popular]   Tramóia ; malícia.

obra de • Cerca de (ex.: o caminho até lá é obra de 7 quilómetros). = APROXIMADAMENTE, QUASE

obra de arte • Artefacto , objecto ou construção que é considerado com valor estético ou artístico.

• [Pouco usado]   • [Pouco usado]   Designação dada a pontes, aquedutos, viadutos, túneis ou qualquer outro tipo de estrutura necessária à construção de estradas.

obra de fancaria • Trabalho pouco esmerado, feito à pressa, tendo-se apenas em vista o lucro.

obras mortas • [Náutica]   • [Náutica]   Parte de uma embarcação que não se encontra submersa, acima da linha de água.

obras vivas • [Náutica]   • [Náutica]   Parte de uma embarcação que se encontra submersa, entre o lume de água e a quilha.
o·brar o·brar – Conjugar
(latim operor, -ari, ocupar-se em, trabalhar, levar a efeito, exercer, praticar )
verbo transitivo e intransitivo

1. Fazer um trabalho, uma tarefa. = TRABALHAR

2. Pôr em obra. = FAZER, REALIZAR

3. Operar.

4. Causar.verbo intransitivo

5. Proceder.

6. Expulsar os excrementos pelo ânus. = DEFECAR, EVACUAR


substantivo feminino O resultado da ação, ou do trabalho.
Edifício em construção.
[Popular] Excremento humano.
substantivo feminino plural Ações, atos humanos.
Reparos de certo vulto, em prédio, pontes, viadutos, estradas etc.


A palavra obra tem como sentido geral um trabalho realizado ou a realizar.
Em literatura se aplica tanto a um escrito, como a totalidade de uma produção, seja de uma pessoa assim como de um conjunto.
Em engenharia se utiliza a palavra obra para designar um projeto executado ou pendente de execução. Uma obra civil é um conjunto de actividades nas quais se altera a aparência, estrutura ou forma de uma edificação ou parte dela.
Em arquitectura se aplica tanto à execução de um projecto, como aos trabalhos de reforma de um já executado. Uma obra arquitetônica é uma construção elaborada com uma intenção estética e técnica definida. Atende aos anseios do arquiteto-construtor de produzir um espaço arquitetônico determinado.
Em artes, é um trabalho artístico.
Em economia, “obra”, no sentido sério, é a totalidade de atos e fatos que demonstram de forma geral o verdadeiro caráter do Ativo e Passivo de uma Contabilidade de partidas dobradas; sejam elas de caráter simplesmente Público-estatal ou “Polítiko-Real”, em sua forma ampla; sendo também Privada-empresiaral ou Privada-domésica ou familiar-comunitária. Esquema geralmente apresentado nos livros de princípios de economia, vindo esse conceito basicamente do princípio chamado “escambo”, que é a troca de mercadorias, sem a utilização da moeda. Plágio é crime, sendo o crédito-real em si ou a chamada de “economia-pura”, muito utilizada no Brasil no período colonial, por necessidade premente, como também mais recentemente, como exemplo notório, temos no período de 1990-1996 no início da chamada “Nova República”, mais precisamente ao término do período chamado de Revolucionário ou do “Golpe-dos-Atos-Institucionais (1964-1984) ” e “…a ocasião que se sentiu a necessidade premente de se colocar de novo a casa ou o trem, na ordem e progresso…”; quando então a moeda-divisionária reapareceu como referência do crédito, segundo pronunciamento do Senador Lauro Campos, do Partido dos Trabalhadores, renomado economista, em discurso de Campanha, referindo-se a práticas escusas geralmente praticados no exercício do mandato de alguns parlamentares.




Deixe um comentário