ocultismo




ocultismo | s. m.
o·cul·tis·mo
(oculto + -ismo )
nome masculino

Doutrina que pretende conhecer e utilizar os segredos da natureza e dos poderes sobrenaturais.


substantivo masculino Ciência que trata dos fenômenos que parecem não ter explicação pelas leis naturais, como a levitação, a telepatia: as cartomantes praticam ocultismo quando lêem a sorte porque buscam explicar coisas que as pessoas em geral não conseguem saber.
Prática, estudo, análise das ciências ocultas.
Diz-se do conhecimento de coisas ocultas, dos assuntos que não podem ser compreendidos por outros e que estão fora do campo da ciência.
Etimologia (origem da palavra ocultismo). Oculto ‘secreto, misterioro’ + ismo.


Ocultismo (da palavra em latim occultus: “escondido, secreto”) é “o conhecimento do oculto”. No uso comum da língua inglesa, oculto refere-se ao “conhecimento do paranormal”, em oposição ao “conhecimento do mensurável”, geralmente referido como ciência. O termo é, por vezes, entendido como conhecimento do que “destina-se apenas a certas pessoas” ou que “deve ser mantido escondido”, mas para a maioria dos praticantes ocultistas é simplesmente o estudo de uma realidade espiritual mais profunda, que se estende além da razão pura e das ciências físicas. Os termos “esotérico” e “arcano” têm significados muito semelhantes e, por vezes, são intercambiáveis.Ele também descreve um número de organizações mágicas ou ordens, os ensinamentos e práticas ministradas por eles, e em grande parte da literatura atual e histórica e a filosofia espiritual relacionada a este assunto.