organismo

organismo | s. m.
or·ga·nis·mo
(latim organum, -i, órgão + -ismo )
substantivo masculino

1. Conjunto e disposição dos órgãos de um corpo.

2. Constituição, complexão.

3. Disposição.

4. Corpo organizado.


substantivo masculino [Biologia] Conjunto de órgãos que constituem um ser vivo.
Compleição, constituição; temperamento.
Corpo organizado, que tem ou pode ter uma existência separada.
Combinação; ordem.
[Figurado] Conjunto de órgãos administrativos encarregados da gestão de um serviço público, de um partido etc.
Reunião de partes que concorrem para um certo fim.


Um organismo (do grego: ὀργανισμός, organismós, organização) ou corpo na biologia, é qualquer ser individual que incorpore as propriedades da vida, e também é um conjunto de átomos (hidrogênio, carbono, nitrogénio, oxigênio, enxofre, fósforo e outros elementos químicos) e moléculas (água, sais minerais, proteínas, lipídios, carboidratos, macrociclos e ácidos nucleicos), que formam uma estrutura material muito organizada e complexa. É um sinônimo de “compleição”, “constituição”, “estrutura”, “físico”, “temperamento”, “forma de vida”, “ser vivo”, “organismo vivo”, “vida”, “biota”, “criatura”, “espécime”, “espécimen”, “indivíduo”, “ser”, “ente”, “existência”, “pessoa”.
Os organismos são classificados pela taxonomia em grupos como organismos multicelulares, como animais, plantas e fungos; ou micro-organismos unicelulares, como protistas, bactérias e arqueias. Todos os tipos de organismos são capazes de reprodução, crescimento e desenvolvimento, manutenção e algum grau de resposta a estímulos. Humanos, lulas, cogumelos e plantas vasculares são exemplos de organismos multicelulares que diferenciam tecidos e órgãos especializados durante o desenvolvimento.
Um organismo pode ser um procariontes ou um eucariotos. Os procariontes são representados por dois domínio separados – bactérias e arqueias. Organismos eucarióticos são caracterizados pela presença de um núcleo celular ligado à membrana e contêm compartimentos adicionais ligados à membrana chamados organelos (como mitocôndrias em animais e plantas e plastídeos em plantas e algas, geralmente considerados derivados de bactérias endossimbióticas). Fungos, animais e plantas são exemplos de reinos desses organismos dentro dos eucariotos.
As estimativas sobre o número de espécies atuais da Terra variam de 2 milhões a 1 trilhão, dos quais mais de 1,7 milhões foram documentados. Mais de 99% de todas as espécies, totalizando mais de cinco bilhões de espécies, estima-se que os que já viveram sejam extintos.Em 2016, um conjunto de 355 genes de último ancestral comum (UAC) de todos organismos foram identificados.




Deixe um comentário