ovo




ovo- | elem. de comp. ovo | s. m.
ovo-
(latim ovum, -i, ovo )
elemento de composição

Exprime a noção de ovo (ex.: ovogénese).

o·vo |ô| o·vo |ô|
(latim ovum, -i, ovo )
nome masculino

1. [Biologia]   [Biologia]   Célula que resulta da fecundação do gâmeta feminino pelo gâmeta masculino. = ZIGOTO

2. [Zoologia]   [Zoologia]   Corpo que se forma no ovário das fêmeas ovíparas e encerra o germe animal.

3. Célula reprodutiva das aves, madura e não fecundada, usada na alimentação.

4. [Figurado]   [Figurado]   Aquilo que constitui o princípio de algo. = GERME, ORIGEM, PRINCÍPIO

5. [Calão]   [Tabuísmo]   Testículo. (Mais usado no plural.)

6. Objecto de forma oval ou semelhante a um ovo.

babar ovo • [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   Elogiar de modo servil. = BAJULAR

contar com o ovo no cu da galinha • [Informal]   • [Informal]   O mesmo que contar com o ovo no rabo da galinha.

contar com o ovo no rabo da galinha • [Informal]   • [Informal]   Supor como certo algo que não é garantido que aconteça.

ovo de Colombo • Ideia ou solução aparentemente complexa ou difícil mas que se revela simples e óbvia quando alguém a apresenta.

ovo de Páscoa • Guloseima de chocolate, em forma de ovo.

ovo escalfado • Ovo, geralmente de galinha, que é cozinhado em água quente sem a casca.

ovo estrelado • Ovo, geralmente de galinha, que é frito sem se misturar a gema com a clara.

ovo mexido • Ovo, geralmente de galinha, que se frita misturando a gema com a clara.

ovo quente • Ovo, geralmente de galinha, que é cozinhado em água quente com a casca, durante um curto período de tempo, para que fique com a gema líquida e a clara sólida.

ovo verde • Ovo, geralmente de galinha, que é cozido e cuja gema se mistura com salsa picada.

pisar em ovos • [Brasil, Informal]   • [Brasil, Informal]   Agir com muita cautela ou diplomacia.

pisar ovos • [Portugal, Informal]   • [Portugal, Informal]   Fazer algo muito lentamente; demorar muito tempo na sua execução.Plural: ovos |ó|. Plural: ovos |ó|.


substantivo masculino [Biologia] Célula que resulta da fecundação, fusão de um gameta masculino e de um gameta feminino, e que, por divisão, dará um novo ser, animal ou vegetal.
[Zoologia] Corpo orgânico que, contendo uma célula-ovo ou um embrião, é posto pelas fêmeas de muitos animais: ovo de galinha, de codorna.
[Figurado] Parte inicial, primeira de algo; princípio: esmagar uma revolução no ovo.
Objeto de madeira em forma de ovo, que se enfia na meia para cerzi-la.
expressão Ovo de Páscoa. Ovo de chocolate que é oferecido no domingo de Páscoa.
[Figurado] Andar sobre ovos. Agir com precaução.
Ovo de Colombo. Coisa que não se soube fazer e que se acha fácil depois de vê-la realizada por outrem.
Ovos moles. Doce de gemas de ovos e calda de açúcar.
Fazer ovo. Fazer mistério; esconder alguma coisa.
Etimologia (origem da palavra ovo). Do latim ovum, ovo.


O ovo, do ponto de vista da biologia, é o zigoto dos animais. É uma célula que se forma após a fusão do núcleo do óvulo (pronúcleo feminino, haploide) com o núcleo do espermatozoide (pronúcleo masculino, haploide) por cariogamia, o que dá origem à célula diploide denominada ovo ou zigoto.Os animais de reprodução sexuada possuem três tipos de mecanismos de desenvolvimento do zigoto: os que se desenvolvem dentro de um ovo são chamados de Ovíparos; os que se desenvolvem em ovos no interior da mãe, no qual a eclosão ocorrerá ainda no interior materno, sendo liberados já formados são os Ovovíparos; aqueles animais em que o embrião irá se desenvolver completamente no interior materno utilizando as reservas fisiológicas da mãe são conhecidos como Vivíparos.Nos seres humanos, bem como na maioria dos mamíferos, para que esta célula se forme é necessário que um espermatozoide “atravesse” a zona pelúcida (que reveste o ovócito II e o 1º glóbulo polar) de modo a “introduzir” o seu núcleo no ovócito II que se encontra em metáfase II – Fecundação. Em virtude deste “estímulo” termina a meiose originando o óvulo e o 2º glóbulo polar (que irá degenerar juntamente com o 1º glóbulo polar anteriormente formado). No interior do óvulo se encontra o seu pronúcleo (pronúcleo feminino) e o pronúcleo masculino (oriundo do espermatozoide). Ambas as cariotecas ficam próximas, porém não se fundem (nos mamíferos) num primeiro momento, a fusão ocorrerá no alinhamento da metáfase da primeira mitose. As cariotecas irão se degenerar e originar o ovo ou zigoto (diploide). Este processo é fundamental na reprodução sexuada.