pessimismo

pessimismo | s. m.
pes·si·mis·mo |è| pes·si·mis·mo |è|
(péssimo + -ismo )
nome masculino

1. Sistema, opinião das pessoas que acham tudo mau ou mal, ou que vêem sempre as coisas pelo lado pior.

2. Tendência para julgar tudo mau.

Antónimo Antônimo Geral: OPTIMISMO


substantivo masculino Tendência natural para ver tudo pelo pior lado; quem tende a enxergar as coisas pelo lado desfavorável.
[Filosofia] Arthur Schopenhauer, 1788-1860. Doutrina de acordo com a qual o mal se sobressai ao bem, sendo o comportamento individual tomado pelo conformismo, pelo escapismo ou pelo imobilismo.
Etimologia (origem da palavra pessimismo). Péssimo + ismo.


O pessimismo é um estado de espírito contrário ao otimismo, que se caracteriza por ver as coisas sempre pelo lado negativo.
Segundo o dicionário Aurélio, em sua versão eletrônica, pessimismo é a “disposição de espírito que leva o indivíduo a encarar tudo pelo lado negativo, a esperar de tudo o pior”. No âmbito filosófico, segundo a mesma fonte, refere-se a um “caráter das doutrinas metafísicas ou morais que afirmam a supremacia do mal sobre o bem e costumam levar à adoção de uma atitude geral de escapismo, imobilismo ou conformismo, quer seja o mal considerado a privação dos meios de conservação da vida (alimentação, abrigo etc.), quer seja considerado a privação dos meios de expansão e desenvolvimento espiritual.”

O dicionário Houaiss, por sua vez, caracteriza o pessimismo filosófico como “caráter de doutrina metafísica ou moral segundo a qual os aspectos maus ou negativos da existência superam os bons ou positivos, concepção que teve uma de suas expressões mais radicais no pensamento do filósofo alemão Arthur Schopenhauer (1788-1860) e em seus seguidores”.




Deixe um comentário