pleonasmo

A palavra pleonasmo possui uma classificação gramatical como sendo um substantivo feminino. Ademais, referida palavra possui 11 letras, dentre elas vogais e consoantes. As vogais são: e, o, a, já as consoantes são: p, l, n, s, m. Por outro lado, dita palavra pode ser escrita de outro modo, ou seja, ao contrário, ficando assim: omsanoelp. Além disso, dita palavra é sendo uma redundância.Significado de pleonasmo
A palavra pleonasmo vem do grego pleonasmus que é o mais distante da história etimológica da tautologia dessa palavra. Ela é usada em nossa língua para citar uma espécie de figura de linguagem. Isso envolve o uso de termos que reforçam o que se disse em uma expressão, mas não agregam informações valiosas, porque, sem elas, a frase iria ser entendida do mesmo modo. Em outras palavras, a tautologia envolve a adição de determinados conceitos como uma expressão que não são essenciais para que possa ser compreendido, mas pode contribuir para acentuar a instrução. Por exemplo: “Saiam imediatamente”, “Quando estou triste, eu subo e me trancar no sótão”, “O gerente não é senão um mudo que não fala”.
Embora útil para expressividade, o pleonasmo também é considerado como um defeito ou falha da linguagem. Essa redundância envolve uma repetição de conteúdos a partir dos dados agregados que não são necessários, pelo que deve ser omitido. Retomando os exemplos acima, quando o verbo “obter” é escusado se diz que é o fim da linha, ou seja, “para fora”. A expressão “Eu vi com meus próprios olhos como o agressor atirou na vítima” é um pleonasmo (não pode “ver” através dos olhos de outra pessoa), embora a redundância possa ser aceita como uma forma de destacar o indivíduo que era uma testemunha direta do ato em questão. A frase “Precisamos de uma justiça justa”, além disso, também é um pleonasmo comum: embora a lógica dita que a justiça é “justa”, o Judiciário não é sempre verdadeiro.
Desta forma, é fácil distinguir entre o pleonasmo que ocorre como resultado do mau uso da língua e aquilo que é feito intencionalmente com o desejo de destacar uma ideia. Nas mãos de um escritor hábil, esta figura retórica pode embelezar uma obra, sublinhar certos conceitos antes de deixá-los e mudar de assunto, fazer mais sentido de uma palavra; no discurso cotidiano, quando é um erro, ele não faz nada para mexer empobrecer a linguagem e comunicação. Deve-se notar que, embora existam certos pleonasmos é possível notar facilmente na linguagem popular muitas vezes a provocação (como acontece com o já mencionado “sair” e “subir”), é difícil de se declarar culpado do mau uso deste valor; veja algumas expressões que combinam conceitos desnecessariamente e que a maioria das pessoas de língua portuguesa usam frequentemente na comunicação oral: “venha aqui”; “cala a boca”; “planos futuros”; “cita prévia”.
Como pode ser vista, a construção não é incorreta ou o aspecto. Porém, uma vez analisados, todos são redundantes. Isso não significa que devemos parar de usá-los, porque a língua não é uma equação com um resultado; pelo contrário, ela é flexível e adapta-se às necessidades de seus enunciadores e suas contradições, muitas vezes encontra-se seu aspecto mais cativante.Sinônimos de pleonasmo
São sinônimos de pleonasmo as seguintes palavras: redundância, repetiçãoAntônimos de pleonasmo
São antônimos de pleonasmo as seguintes palavras:Exemplos de usos e frases
Subir para cima.
Descer para baixo.
Choveu molhado.
Comer com a boca.
Ver com os olhos.
 

Deixe um comentário